A modelo Rosie Huntington-Whiteleycom brincos de opalas rosas e selenitos - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
A modelo Rosie Huntington-Whiteley
com brincos de opalas rosas e selenitos – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Por Vivian Sotocórno

Um certo charme retrô tem feito a cabeça de designers e apaixonados por joias. Amuleto das antigas civilizações árabes e um dos ícones do movimento art nouveau, a opala caiu no esquecimento durante o último século, até ser resgatada por joalherias que a projetam como must-have da vez.

Anel de opala cinza e diamantes Fernando Jorge para CoutureLab, £ 3.468 - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Anel de opala cinza e diamantes Fernando Jorge para CoutureLab, £ 3.468 – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Após surgir em importantes red carpets pelas mãos da designer de joias californiana Irene Neuwirth, que há uma década mistura opalas e diamantes em luxuosas joias, a pedra ganhou o respeito das grifes. Em sua coleção de alta joalheria, a Chanel combina opalas a ouro branco e brilhantes em peças que reinterpretam a tradicional camélia da maison. Já Lorenz Bäumer, que, além de label própria, comanda a divisão de joias da Louis Vuitton, criou anéis maximalistas a partir de opalas gigantes e safiras.

Broche de platina, opala, safiras laranjas e diamantes Cartier - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Broche de platina, opala, safiras laranjas e diamantes Cartier – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

“As mulheres estão atrás de algo novo, e os designers estão usando opalas de um jeito moderno”, explica Neuwirth. Entre os designers brasileiros adeptos da pedra, como Silvia Furmanovich e Ara Vartanian, as opalas brancas e rosas são as preferidas. Fernando Jorge, o jovem paulista que vem se destacando internacionalmente, é fã. “As opalas são misteriosas e cheias de contraste”, diz Fernando.

Pulseira de opala. ouro, diamantes e coral Silvia Furmanovich - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Pulseira de opala, ouro, diamantes e coral, de Silvia Furmanovich – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Em peças poderosas, misturadas a diamantes ou outras pedras, elas caíram nas graças de uma turma de mulheres cansada das tradicionais turmalinas e safiras. Luciana Faria Belli, sócia da Thelure, “descobriu” a pedra ao ganhar de aniversário da mãe, Lucia Faria, um par de brincos de ouro amarelo, brilhantes e opalas lilases. “Opalas mudam de cor dependendo da luz e do ângulo em que são vistas, num efeito que ilumina o rosto de quem as usa”, explica.

Brincos com opalas de fogo Yara Figueiredo - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Brincos com opalas de fogo Yara Figueiredo – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Assine a Harper’s Bazaar