Andrea usa casaco de seu acervo, vestido de gola alta Egrey, sapatos Dani Curri, relógio Piaget, anel e brincos Andrea Colli Gem - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Andrea usa casaco de seu acervo, vestido de gola alta Egrey, sapatos Dani Curri, relógio Piaget, anel e brincos Andrea Colli Gem – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

Andrea Colli é uma verdadeira fã de contrastes. É provável encontrar vestígios do seu estilo do passado em uma conexão um tanto distinta de como ela se vê hoje. “Acho que testei várias estéticas na adolescência. Quando morava em Miami, tinha um guarda-roupa bem colorido. Já em outra fase, na faculdade em Paris, as roupas mudaram bastante, acredito que por causa do clima e da cultura”, conta ela, hoje baseada em São Paulo.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Brincos, colar e anel Andrea Colli Gem e pulseira de ouro herdada do avó - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Brincos, colar e anel Andrea Colli Gem e pulseira de ouro herdada do avó – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

Apesar das cores terem ficado mais sóbrias, Andrea passou a se divertir com acessórios e chapéus de inverno, a ponto de ter uma pequena coleção. “Amava usar um chapéu de veludo roxo escuro do Philip Treacy, que, aliás, sinto falta de não conseguir usá-lo no Brasil.”

Blusa e calça Cris Barros e brincos Andrea Colli Gem - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Blusa e calça Cris Barros e brincos Andrea Colli Gem – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

Para a designer de joias de 38 anos, o estilo se lapida conforme as fases da vida. “Hoje me visto de forma mais clássica, mas continuo apaixonada por acessórios marcantes.”

Relógio Omêga herdado da avó - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Relógio Omêga herdado da avó – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

Claro, isso inclui a parte do seu trabalho com joias. “Tive períodos de usar muito tons pastel, mas isso tem mudado bastante. Adoro usar vermelho, cores sólidas e mais fortes”, explica Andrea, que, para as fotos de Bazaar, combinou casaco animal print com look all black.

Andrea veste camisa Etoiles, calça de seu acervo pessoal, sapatos Dani Cury e joias Andrea Colli Gem - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Andrea veste camisa Etoiles, calça de seu acervo pessoal, sapatos Dani Cury e joias Andrea Colli Gem – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

Segundo a designer, essa proximidade com a moda e pelo gosto de se vestir vem desde a infância. “Comecei a trabalhar aos 14 anos com a minha tia, Rafaela Carmona, que era produtora. Essa convivência acontecia durante as férias e foi assim que me apaixonei de vez por esse universo”, relembra. Da família – meio brasileira, meio espanhola -, ela carrega o hábito de brincar com acessórios divertidos e vibrantes. “É quase uma tradição prender flores nos cabelos, por exemplo.”

Clutch Alexander McQueen e colar Andrea Colli Gem - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Clutch Alexander McQueen e colar Andrea Colli Gem – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

As pedras preciosas também são um amor antigo. “Coleciono desde os 9 anos. Naquela época, juntava gemas simplesmente porque achava lindas e ficava fascinada com a beleza delas.”

Blusa Cris Barros, saia Barbara Casasola e tênis Converse - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Blusa Cris Barros, saia Barbara Casasola e tênis Converse – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

Além do desenvolvimento de joias da sua marca homônima, Andrea conta que sua relação com as pedras mudou há quatro anos. “Conheci um grande amigo, chamado Jorge Mozo, que é gemoterapeuta. Ele trabalha com cura por meio dos cristais. Foi com esse conhecimento que comecei a olhar para as pedras de uma outra forma”, conta.

Bolsa Bottega Veneta e pulseira de esmeraldas Andrea Colli Gem - Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi
Bolsa Bottega Veneta e pulseira de esmeraldas Andrea Colli Gem – Foto: Vinicius Postiglione, com edição de moda Rodrigo Yaegashi

“Sei que trabalho com uma matéria-prima preciosa, não só pela beleza e raridade, mas, sim, pela sua força e poder de cura, principalmente quando criamos consciência da sua energia”, completa.

Leia mais:
Adwoa Aboah apresenta collab de joias
Amarelo na moda: dê um choque de energia na nova estação
Joias: duas novas coleções para as “brides-to-be”