Animale - Foto: Angência Fotosite
Animale – Foto: Angência Fotosite

Por Luigi Torre

A Animale está de cara nova. Com Vitorino Campos, ao lado da diretora de criação Beth Nabuco, a marca inicia nova fase em sua trajetória, agora mais alinhada às vontades globais da moda e ao que de fato estará nas lojas. Leia-se, está mais real, sem as experimentações mirabolantes de outrora, que descontava a passarela do guarda-roupa de sua consumidora.

É nesse contexto que se destacam os novos básicos. Camisaria e alfaiataria, principalmente, e atualizados por formas e proporções amplas. Vide as ótimas camisas e calças e os longos casacos de seda, decorados por ótimas bijoux de prata e cristais rústicos. Refrescando também a essência sexy da Animale, aparecem junto às fendas assimétricas, muitas delas com zíperes, em saias e vestidos de lã, em opções mais estruturadas da coleção.

Esta, a quem interessar possa, fala de viagens, em específico pela Rota da Seda. Mas a história pouco importa. Coleção boa não precisa de release. É autoexplicativa, objetiva e entrega rapidamente o que realmente interessa: a roupa. Neste caso, como qualidade e acabamentos como há tempos não se via na marca. E, mais interessante ainda, com possibilidades de desdobramentos comerciais bem próximos do visto no desfile. Ainda bem, porque a lista de desejos já é bem extensa.

Clique em nossa galeria para ver os looks de inverno 2015 da grife, apresentado nesta segunda-feira (03.11), no SPFW: