Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Luigi Torre

Um pouco anos 1980, um pouco 1990, um pouco tribal, um pouco artsy à la Mondrian. Difícil apontar com certeza as referências que compõe o verão 2015 da Balmain. Melhor assim, prova de que Olivier Rousteing está em plena e consistente evolução, se afastando de inspirações literais e deixando seu estilo e identidade falarem mais alto.

À esquerda o look do verão 2015 da Balmain e à direita o look da coleçào de verão alta-costura 1997 da givenchy - Fotos: Getty Images/reprodução
À esquerda o look do verão 2015 da Balmain e à direita o look da coleção de verão alta-costura 1997 da givenchy – Fotos: Getty Images/reprodução

Formas ajustadas ao corpo, um certo classicismos 80’s repaginado com cores primárias, preto e branco, e padrões geométricos são as primeiras impressões. Porém, há muito mais para se levar em conta. Começando pela atenção dobrada à alfaiataria, aqui reformulada para os valores sexy de maison, com as transparências e recortes tendência da temporada (mais interessantes e possíveis do que os blazers com fecho em nó, numa versão bem próxima a um da Givenchy de 1997 – veja na imagem acima). A opulência decorativa de coleções passadas chega discreta, com bordados de pequenos cristais coloridos, texturas e recortes.

Parte do apelo do trabalho de Rousteing à frente da Balmain é seu caráter pop. Tudo, ou quase, que coloca na passarela acaba no closet e no corpo de celebridades-termômetro do momento, como Rihanna e Kim Kardashian. A alta sofisticação, a maior limpeza visual e a sensualidade elegante, então, já são promessas de hit absoluto.

Clique em nossa galeria para ver looks selecionados da passarela da grife, em desfile realizado nesta quinta-feira (25.09), na semana de moda de Paris: