Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

Depois de sofrer um grave acidente doméstico, Olivier Rousteing passou por uma delicada recuperação de queimaduras por todo o corpo. Sua obsessão pela perfeição, como o designer citou ao compartilhar o acontecido, um ano depois, fez com que Rousteing se escondesse com roupas e acessórios que cobriam suas cicatrizes.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Desde então, o ocorrido se tornou forte influência nas criações do estilista que para o inverno 2022 da Balmain construiu uma narrativa sobre as armaduras que precisamos criar para se proteger da dismorfia de imagem que a internet gera em muitas pessoas. Fica claro, ao longo do desfile, as inspirações em equipamentos de proteção de moto, armaduras ancestrais e, até mesmo, ares de figurinos de filmes de super-heróis.

O momento é ainda mais delicado para se falar de proteção e artigos que remetem a momentos bélicos, com todo o cenário de conflitos entre Rússia e Ucrânia.

“Essas peças da passarela não foram criadas como uma resposta direta à recente e horrível invasão de nossos vizinhos e eu nunca ousaria pensar em comparar o sofrimento que eles estão passando agora com os problemas que tive nas mídias sociais. Ainda assim, enquanto assistimos às notícias, minha equipe e eu temos em mente a mensagem dessa coleção: unidos em solidariedade, podemos contar com o poder da esperança e da verdade para combater o ódio, as mentiras e a agressão”, afirma Rousteing nas anotações sobre o desfile.

Além deste tema tão atual, a marca também prestou uma homenagem ao primeiro desfile da Balmain, que aconteceu em outubro de 1945, quando a marca ainda era comandada por Pierre Balmain, seu fundador. Uma série de vestidos encerraram a apresentação combinando as inspirações atuais ao DNA da marca, como os tecidos pesados, as amplas saias e o uso de padrões.

Abaixo, listamos as dez coisas que amamos da coleção:

As ataduras

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

Uma das ferramentas usadas na recuperação de Olivier, as ataduras são traduzidas nas roupas com faixas, peças bandage e shapes mais ajustados. Uma forma de ressignificar um momento tão doloroso na vida do designer.

O all-white

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

No mesmo tema, o all-white predomina a maioria dos looks e aparece como forte aposta da marca.

As armaduras

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

A luta contra as pressões estéticas das redes sociais e as formas de se proteger contra isso são claramente representadas em diferentes armaduras.

A proteção

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

Outra forma de abordar a questão da proteção foi com um viés mais esportivo, presente em coletes e jaquetas com detalhes acolchoados e ombros destacados.

O jeans

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

O material acrescenta casualidade a uma coleção tão forte e com uma temática tão intensa.

Os looks finais

Unindo a temática atual à trajetória da marca, o desfile foi encerrado com uma série de looks poderosos.

O motocross

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

O universo das motos, principalmente os uniformes que fazem parte desta realidade, é outra fonte de inspiração do inverno 2022 da Balmain.

A renda

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

A renda é usada como contraponto à força das peças de proteção, já que acrescenta delicadeza e transparência aos visuais.

A estampa

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

Como se criasse um jogo de sombra e luz, a estampa realça as curvas das peças justas aos corpos.

Os tops

Balmain leva o desejo de proteção para a passarela da PFW
Foto: Reprodução/WWD

Com formas geométricas e a firmeza do couro, os tops são destaque da coleção.