Dez coisas que amamos no pre-fall 2020 de Giorgio Armani

Pela primeira vez, a grife apresentou em um desfile a coleção que antecede o outono

by Marcela Palhão
Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Pela primeira vez, Giorgio Armani apostou em um desfile para apresentar seu pre-fall 2020. Nesta quinta-feira (14.11), a coleção “Transformism” foi apresentada em Milão, no Armani Theater. “Quis permitir que às mulheres serem livres e diferentes onde e quando quisessem, mudando dependendo do seu humor”, explicou o designer em uma coletiva de imprensa.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foi pensando neste conceito de transformação que a marca apostou em peças conhecidas, mas com detalhes que mudavam seu visual: ternos em diferentes proporções ao longo do desfile, com acabamentos mais arredondados, calças em materiais inusitados, como seda e veludo, entre outros. Na primeira parte do desfile, a cartela de cores se resumia a tons de branco, preto e cinza, que aos poucos foram ganhando toques rosas vermelhos e, no fim da apresentação, essas cores tomaram conta dos looks.

Para celebrar o primeiro desfile pre-fall de Giorgio Armani, veja dez coisas que amamos nesta coleção:

As proporções

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Ao longo do desfile, Giorgio Armani brincou muito com as proporções. Jaquetas apareciam em pequenos tamanhos e bem acinturadas em alguns looks, mas no próximo momento já ganhavam ombros estruturados e caimentos mais soltos.

A geometria

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

A grife apostou em acabamentos mais arredondados para peças que costumam ser retas, como blazers e bolsas.

O veludo

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Um dos materiais que mais se repetiu ao longo do desfile foi o veludo, que apareceu em vestidos de festa, calças e ternos.

As cores

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

A cartela de cores foi evoluindo ao longo do desfile, iniciando com tons de preto, branco e cinza e aos poucos ganhando detalhes em rosa e vermelho, que predominaram nos últimos looks.

O acabamento

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Era possível ver o tema da coleção – “Transformism” – na maneira como Giorgio Armani brincou com os acabamentos, ora retos e angulares, ora arredondados, ora com detalhes preciosos aos olhos, como o tecido trabalhado.

O toque oriental

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Em uma coletiva sobre a coleção, Giorgio Armani confessou que o motivo pelo qual suas roupas sempre tem toques orientais é o fato de acreditar que essa cultura é rica em inspirações, de maneira inesgotável. No pre-fall 2020 não foi diferente e alguns detalhes denunciavam na onde o designer havia se inspirado.

O cinto

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Não é novidade que os cintos mais largos estão em alta, mas o que se destacou no desfile da grife foram as fivelas trabalhadas em tons de vermelho e azul.

O brilho

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

O desfile foi finalizado com uma gama de elegantes vestidos, todos repletos de brilho.

O decote

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

Os decotes vieram bem baixos e com formatos mais suaves, por serem arredondados.

A sobreposição

Foto: Reprodução/Now Fashion

Foto: Reprodução/Now Fashion

A sobreposição foi o modo escolhido pelo designer de acrescentar camadas a diversos looks, além de ser uma opção perfeita para quem vai encarar baixas temperaturas.

Leia mais:
10 coisas que amamos no resort 2020 de Alexander McQueen
Os excessos de brilho estão de volta

Brilho nos olhos é tendência de beleza no SPFW N48