Foto: Divulgação

Por Rodrigo Yaegashi e Silvana Holzmeister

Falando de identidade, Maria Grazia Chiuri para o cruise 2021 da Dior foi buscar nos povos ciganos referências para falar de tradição. Nômades, trazem no ceio familiar toda a bagagem e responsabilidade de perpetuar sua cultura. Foi desse universo que vieram vestidos feitos em tecidos leves e dançantes, com detalhes de tapeçarias manuais cheias de cor. Lenços e barras de saia franjadas complementam as referências.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Em colaboração com a artista visual italiana Marienella Senatore, a Dior construiu um colorido e iluminado cenário na Piazza del Duomo, em Lecce, pequena cidade da região da Puglia. O desfile teve a companhia de bailarinos performando uma dança folclórica chamada pizzica, característica daquela região.

Veja dez coisas que amamos da nova coleção da Dior:

O cenário

Em parceria com a artista Marienella Senatore, a marca criou um cenário que levou 12 dias para ser montado e 30 mil luzes coloridas. O resultado é de tirar o fôlego.

Os listrados

Fotos: Divulgação

O listrado – que misturava tons de azul e branco – estampou saias, ternos e cropped tops.

Vestidos leves

Fotos: Divulgação

Com tecidos leves, uma leve transparência e modelagens amplas, os vestidos ganharam movimentos incríveis.

Tapeçaria

Fotos: Divulgação

Aplicações em tapeçaria e padronagens que seguiam este estilo reforçaram as inspirações culturais que Maria Grazia teve para essa coleção.

As franjas

Fotos: Divulgação

Lenços, vestidos e saias ganharam pequenas franjas.

Os conjuntos

Fotos: Divulgação

Conjuntos de blazer, shorts e colete com a mesma estampa se destacaram no resort 2021 da Dior.

Bordados e aplicações

Fotos: Divulgação

Bordados delicados e coloridos e aplicações florais transformaram as peças.

Trabalho manual

Fotos: Divulgação

Maria Grazia colaborou com diversos artistas manuais que fazem um trabalho tradicional daquela região da Itália. O resultado foram aplicações e peças inteiras com tecidos delicados e padronagens encantadoras.

A transparência

Fotos: Divulgação

A leveza dos tecidos usados acabou deixando diversas peças transparentes. Em alguns modelos, a característica era mais forte, enquanto em outros foi acrescentada com mais sutileza e perceptível apenas em movimento.

Os looks pretos

Fotos: Divulgação

Uma gama de looks pretos encantou por desassociar a cor ao conceito de básico ou clássico.

Fondazione Le Costantine

Maria Grazia Chiuri e Pietro Ruffo