A empresáriaJuliana Santos veste macacão Talie e anéis Guerreiro da Dona Santa. Sandálias Dolce & Gabbana de seu acervo pessoal - Foto: Nicole Fialdini/Harper's Bazaar
A empresária Juliana Santos veste macacão Talie e anéis Guerreiro da Dona Santa. Sandálias Dolce & Gabbana de seu acervo pessoal – Foto: Nicole Fialdini/Harper’s Bazaar


Por Pedro Diniz

Nem só do eixo Rio-São Paulo é feito o roteiro do luxo no Brasil. O Nordeste, especificamente Pernambuco, de onde saem rendas primorosas e um dos melhores jeans do País, é muito bem representado, há 18 anos, pela multimarcas recifense Dona Santa. Comandada pela empresária Juliana Santos, a megaloja – de 1.800 m², que vende cerca de 80 grifes nacionais e importadas, escolhidas a dedo pela própria dona – se prepara para comemorar a maioridade com um novo projeto de espaço físico, e-commerce e uma linha própria de roupas.

“Os recifenses têm um gosto meio carioca à luz do dia e paulista à noite”, analisa Juliana. “Algo natural, por se tratar de uma cidade litorânea e cosmopolita. E o radar da nossa consumidora está cada vez mais atento às novidades da moda global”, conta.

Lobby do atual espaço da Dona Santa - Foto: Nicole Fialdini/Harper's Bazaar
Lobby do atual espaço da Dona Santa – Foto: Nicole Fialdini/Harper’s Bazaar

Entre as mais de 10 mil peças vendidas na loja por estação, destacam-se as das mineiras Printing e Patrícia Bonaldi e da paulistana Talie, que, segundo a empresária, é “sucesso absoluto de vendas, com fila de espera para os vestidos”. Outros grandes sucessos por lá são as peças casuais da carioca Farm e os vestidos de festa de Pedro e Reinaldo Lourenço – por sinal, estilistas assíduos em seu próprio closet. Ao lado deles, estão também peças de Andrea Marques, Cris Barros, Lenny, Adriana Degreas e Triya. “Mas existe uma demanda crescente por grifes internacionais”, observa.

Por isso, it bags de Givenchy e Charlotte Olympia e vestidos de Isabel Marant e Marchesa devem, ainda este ano, juntar-se aos wrap dresses de Diane von Furstenberg, às bolsas da Dolce & Gabbana e aos sapatos da Salvatore Ferragamo.

A arquiteta Suzana Azevedo usa vestido,R$ 2.498, Vivaz - Foto: Nicole Fialdini/Harper's Bazaar
A arquiteta Suzana Azevedo usa vestido, R$ 2.498, Vivaz – Foto: Nicole Fialdini/Harper’s Bazaar

Um dos grandes trunfos de Juliana para conquistar uma clientela fiel é, além do tratamento VIP, a certeza de que sua seleção é única. “Sei que na Dona Santa posso comprar um vestido da Mabel Magalhães, estilista mineira que amo, e também uma bolsa Chloé, que não corro o risco de encontrar alguém na rua com peças iguais”, explica a arquiteta Suzana Azevedo, uma das top clientes da loja.

A empresária Sabrina Barbosa usa vestido, R$ 3.738, Diane von Furstenberg e sandálias, R$ 898, Cris Barros - Foto: Nicole Fialdini/Harper's Bazaar
A empresária Sabrina Barbosa usa vestido, R$ 3.738, Diane von Furstenberg e sandálias, R$ 898, Cris Barros – Foto: Nicole Fialdini/Harper’s Bazaar

A empresária Sabrina Barbosa, outra compradora fiel de Juliana, há mais de 15 anos não se veste em outro lugar que não na Dona Santa. “Eles já conhecem minhas medidas e meu gosto. Costumo comprar de tudo lá, de vestidos de festa até roupas para o dia a dia”, diz.

A promotora Helena Capela, de vestido, R$ 3.258, Pedro Lourenço, joias H.Stern e Natan e sandálias Christian Louboutin de seu acervo pessoal - Foto: Nicole Fialdini/Harper's Bazaar
A promotora Helena Capela, de vestido, R$ 3.258, Pedro Lourenço, joias H.Stern e Natan e sandálias Christian Louboutin de seu acervo pessoal – Foto: Nicole Fialdini/Harper’s Bazaar


Helena Capela
, promotora de justiça, costuma receber uma arara em casa para provar peças que tenham a sua cara, em especial as da Huis Clos e de Gloria Coelho. “São marcas das quais não abro mão, e ainda tenho o conforto de receber os looks. Elas já sabem o que me cai bem”, observa.

A advogada Fernanda Martins Rios usa vestido, R$ 1.249, Reinaldo Lourenço, cinto, R$ 360, Anamac, sandálias, R$ 898, Daslu e brincos, R$ 9.764, Guerreiro, tudo na Dona Santa, e joias H.Stern de seu acervo pessoal - Foto: Nicole Fialdini/Harper's Bazaar
A advogada Fernanda Martins Rios usa vestido, R$ 1.249, Reinaldo Lourenço, cinto, R$ 360, Anamac, sandálias, R$ 898, Daslu e brincos, R$ 9.764, Guerreiro, tudo na Dona Santa, e joias H.Stern de seu acervo pessoal – Foto: Nicole Fialdini/Harper’s Bazaar

Para o ano que vem, Juliana planeja um crescimento à altura de seu sucesso: um mall de 5 mil m² será inaugurado em março e contará com restaurantes, salão de beleza, joalherias, lojas de design e, claro, o núcleo de moda capitaneado por Juliana e sua mãe, Lilia Santos. “Para a inauguração, agrego ainda a nova fase da Saint Laurent e, no primeiro semestre de 2014, lançamos nossa linha própria”, revela. “A equipe de estilo será composta por profissionais pernambucanos.”

E tem mais: ainda este ano, entra no ar a loja virtual da Dona Santa, com todas as peças das araras à venda online. “No começo, queremos atingir clientes de outros estados e do interior de Pernambuco, que, normalmente, têm de viajar para comprar aqui. Porém, o plano é expandir nosso nome para o resto do Brasil.”

Assine a Harper’s Bazaar