Por Ligia Carvalhosa

Thaissa veste colete, R$ 2.952, Giuliana Romanno, tricô, R$ 289, Egrey, saia, R$ 926, Lilly Sarti, pulseiras, R$ 180 o par, Cine 732, e botas, R$ 4.500, Louis Vuitton. Poltrona Loja Teo - Foto: Marina Najjar
Thaissa veste colete, R$ 2.952, Giuliana Romanno, tricô, R$ 289, Egrey, saia, R$ 926, Lilly Sarti, pulseiras, R$ 180 o par, Cine 732, e botas, R$ 4.500, Louis Vuitton. Poltrona Loja Teo – Foto: Marina Najjar

Thaissa Almeida
“Gosto do foco no pescoço, e a composição com o colete é perfeita para mesclar o clássico da alfaiataria com informação de moda mais atual”, diz Thaissa, responsável pela seleção afiada do Condesa, brechó online de marcas deluxe que coordena ao lado de Marcelo Figueiredo.Vestindo colete alongado Giuliana Romanno sobreposto a tricô da Egrey, ela se diz apegada aos clássicos, “mas valorizo detalhes pontuais, que vão além do básico”, completa, em referência às botas Louis Vuitton que estampam sua foto.

Joana veste blusa de paetês, R$ 13.500, colete de tricô, R$ 4.500, pantalona, R$ 4.300, e escarpins, R$ 3 mil, tudo Dior. PoltronaJoaquim Tenreiro - Foto: Marina Najjar
Joana veste blusa de paetês, R$ 13.500, colete de tricô, R$ 4.500, pantalona, R$ 4.300, e escarpins, R$ 3 mil, tudo Dior. Poltrona
Joaquim Tenreiro – Foto: Marina Najjar

Joana Laprovitera
“É um clássico que deixa a mulher elegante. Para fugir do básico, gosto de peças mais pesadas, como tricôs de pontos largos ou modelos bem secos, que permitem boas sobreposições”, conta Joana, moça de traços delicados e visual marcante. Hoje responsável pelo marketing off-line do e-commerce OQVestir, ela veste na página ao lado look total Dior, da coleção de pre-fall 2015. “As lantejoulas fogem do óbvio, deixam a gola rulê moderna”, diz sobre a peça da estação. Para compor, colete de tricô com motivos alpinos e pantalona branca quebram qualquer resquício overfuturista da blusa.

Bruna veste casaco, R$ 1.238, Mixed, pulôver, R$ 90, Siberian, tricô sobresposto, R$ 289, Egrey, colar, R$ 232, Cine 732, pantacourt, R$ 717, Mixed e sapatos, R$ 3.500, Dior. Cadeira Loja Teo - Foto: Marina Najjar
Bruna veste casaco, R$ 1.238, Mixed, pulôver, R$ 90, Siberian, tricô sobresposto, R$ 289, Egrey, colar, R$ 232, Cine 732, pantacourt, R$ 717, Mixed e sapatos, R$ 3.500, Dior. Cadeira Loja Teo – Foto: Marina Najjar

Bruna Azem
“Faz as vezes de um acessório, pode, inclusive, substituir um brinco.” É assim que Bruna, responsável pelo e-commerce e pelas lojas fora de São Paulo da Mixed, define a gola rulê, peça que compõe seus looks do dia à noite.“O que muda é o complemento, gosto da versatilidade e não tenho medo de experimentar.” Logo se vê. O look que veste é uma sobreposição de roupas e acessórios – malha preta, com cropped de tricô e colar metálico. Para dar o tom invernal que pede o mês de julho, maxicasaco cinza mescla da Mixed.

Sofia veste top cropped, R$ 950, Gloria Coelho, calça de couro, R$ 6.250, Pedro Lourenço, cinto, R$ 850, Pedro Lourenço e sapatos, R$ 360, Schutz. Poltrona Joaquim Tenreiro, na Loja Teo - Foto: Marina Najjar
Sofia veste top cropped, R$ 950, Gloria Coelho, calça de couro, R$ 6.250, Pedro Lourenço, cinto, R$ 850, Pedro Lourenço e sapatos, R$ 360, Schutz. Poltrona Joaquim Tenreiro, na Loja Teo – Foto: Marina Najjar

Sofia Wagner
Ela tem jeito de moleca, gosta de básicos e peças pouco complicadas, mas nada disso é seguido à risca. Afinal, Sofia, do marketing da Schutz, gosta de experimentar.“A gola rulê é justamente o contraponto do meu estilo cotidiano: ela afina, dá postura e traz algo chic”, diz a menina que assumiu persona de mulher ao vestir top cropped Gloria Coelho e calça de couro assinada por Pedro Lourenço. “É de fato um curinga para o inverno e, além de elemento de moda, esquenta e é confortável.”