Fotos: Getty Images

Um cenário iluminado foi montado por Roberto Cavalli para apresentar a coleção de inverno 2013 da Just Cavalli, nesta quinta-feira (21.02), na semana de moda de Milão. Labaredas e luz vermelha acenderam as laterais da passarela para preparar um universo mais espiritual do que sexual – um parêntese, sem dúvida, no repertório do estilista italiano. Em uma estação na qual cores neutras e escuras andam ditando regra, a coleção é das mais coloridas vistas até o momento.

A pegada do inverno da Just Cavalli é étnica. Roberto foi a Thimphu, capital do Butão, aos pés do Himalaia, para buscar sua inspiração. “Lá, a riqueza é medida pela felicidade”, afirmou o estilista de forma poética, no backstage.

Com looks super decorados e uma profusão de prints que remetem aos templos e à vegetação da região asiática, a garota que aparece na passarela, no fundo, é uma típica Cavalli girl, urbana e sem medo de aparecer. Ela mostra as pernas com minissaias e tubinhos curtíssimos, de barras assimétricas, às vezes com uma leve transparência. E se protege do frio com jaquetas bikers, casacões de pele e pulôveres oversized.

Além das estampas, a referência ao Butão pinta no design de algumas peças, entre elas as túnicas. Um dos colares, feito de seda, é usado pelas nobres mulheres da região. Reforçando a imagem da globetrotter, Cavalli não aposta apenas em bolsas, mas também em mochilas e pochetes. O animal print da vez é o tigre, comum naquelas montanhas.

A influência asiática também está nas cores vivas da coleção, entre turquesa, laranja, vermelho e verde. Clique na galeria abaixo para ver mais looks selecionados da passarela: