Cristopher Kane resort 2015 - Foto: reprodução/Harper's Bazaar
Cristopher Kane resort 2015 – Foto: reprodução/Harper’s Bazaar

Por Luigi Torre

De roupa íntima a símbolo de rebeldia e subversão nos anos 1940 e 1950 (pense nos anti-heróis do cinema, como James Dean e Marlon Brando) e básico essencial a qualquer guarda-roupa, as camisetas são a mais nova obsessão do ready-to-wear de luxo.

Fendi - Foto: reprodução/Harper's Bazaar
Fendi – Foto: reprodução/Harper’s Bazaar

A peça, que já vinha dando as caras nas coleções de verão 2014, ganha versões supersofisticadas para o inverno 2015 e já promete ser chave no resort 2015, que começa a chegar às lojas mês que vem.

Marni resort 2015 - Foto: reprodução/Harper's Bazaar
Marni resort 2015 – Foto: reprodução/Harper’s Bazaar

Alguns dos melhores exemplos dessa tendência (e já à venda) se encontram nas passarelas de inverno 2015 de Dries Van Noten, Fendi e Nº 21, a marca cool do estilista italiano Alessandro Dell’Acqua (também diretor de criação da Rochas). Comum a esses três estilistas é a forma como as t-shirts são reimaginadas: com tecidos sofisticados (seda e couro são os favoritos da estação), silhueta ampla em sintonia com as vontades do momento, comprimentos alongados e decorações mais elaboradas, ainda que pontuais.

Da esquerda para a direita: Fendi, Dries Van Noten em Nº 21 - Foto: reprodução/Harper's Bazaar
Da esquerda para a direita: Fendi, Dries Van Noten em Nº 21 – Foto: reprodução/Harper’s Bazaar

Simplicidade está na moda. Nas últimas temporadas, referências minimalistas eliminaram os excessos decorativos dos últimos anos e instituíram a praticidade e versatilidade dos básicos como qualidades essenciais. A tendência encontra ressonância no ritmo acelerado da vida no século 21, justificando a demanda por roupas que respondam às diversas necessidades cotidianas.

Pucci resort 2015 - Foto: reprodução/Harper's Bazaar
Pucci resort 2015 – Foto: reprodução/Harper’s Bazaar

É sob esse contexto que as camisetas se tornam hit nesta estação – com promessa de continuidade. Para o resort 2015, elas têm sobrevida garantida com ares mais leves, como as transparências e rendas de Christopher Kane e Alexander Wang.

Na Fendi e na Marni, acabamentos manuais dão toque quase couture à peça tem-que-ter do momento, enquanto Peter Dundas, na Pucci, brinca com comprimentos alongados que resultam em ótimos vestidos-camiseta de pegada boho.

Assine a Harper’s Bazaar