Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo
Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo

Por Renata Gualdi

Bazaar entrevista Maiá Zequi e Manuela Corano, dupla à frente da Matri, marca de bolsas e acessórios autorais, que valoriza a matéria-prima brasileira e que ficou conhecida por ser pioneira em lançar o modelo de bolsa versátil “Saskia”, uma nova versão da conhecida bucket bag, com um inusitado chifre de resina que pode ser customizado com a cor de preferência.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Para a nova coleção “Espírito do Tempo”, a marca levanta a bandeira do movimento ageless, escolhendo para as fotos a modelo Tania Cristina Souza, de 60 anos.

Outra novidade é que a Matri brinca com novos materiais, e traz pela primeira vez o chifre em versão de latão com banhos em ouro, ródio negro, ônix e ouro velho.

Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo
Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo

Leia a entrevista na íntegra:

Achamos o design das bolsas e acessórios da Matri muito autorais. Como conseguiram criar uma identidade tão marcante para a marca? E como se manter fiel, criando produtos com as mesmas características em todas as coleções?
Quando nasceu a Matri queríamos fazer algo diferente do que estava disponível no mercado brasileiro, com produtos diferenciados e autênticos. O nome Matri vem de “matriarcal”, que é uma forma de sociedade na qual o papel de liderança e poder é exercido pela mulher. Fizemos um branding e chegamos ao chifre como elemento para ser o acessório-chave que remeteria toda essa história e ainda inovar com um modelo de bolsa tradicional como a Bucket. Acreditamos que se manter fiel às características da marca só é possível quando se está de alma e coração no desenvolvimento de cada produto e coleção, e nós respiramos nossa marca.

Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo
Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo

Porque a Matri trouxe uma mulher de 60 anos para as fotos da campanha?
Quando idealizamos a campanha pensamos em sair do óbvio e desmistificar o padrão de beleza imposto pela nossa sociedade. A beleza acontece em todos os estágios, em conseguir aceitar quem somos sem cobrança é o principal lema para nós. Estar em contato com a sua essência e a força da natureza presente em nosso ser.

O que a marca deseja transmitir com essa nova coleção “Espirito do Tempo”?
Queremos transmitir que o belo é ser natural. Que o tempo é relativo e que ele é especial para todas as etapas que vamos vivenciando na vida. A Matri se inspira em criar produtos para essa mulher!

Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo
Foto: Henrique Resende, com direção de arte de Maiá Zequi e Manuela Corano, styling de Maika Mano e maquiagem de Henrique Azevedo

Quais as novidades da marca para 2019?
Chifres desenvolvidos em latão com banho ródio, ônix e ouro. Faremos uma linha maior de tênis e com a visão socioambiental – uma linha reaproveitando sobras de couros, jeans e outros materiais. Aguardem as novidades que estarão disponíveis na loja da marca no Shopping Cidade Jardim e venda pelo e-commerce próprio.

Leia mais:
Moda utilitária é ideal para enfrentar a segunda corrida
Dior apresenta nova versão da bolsa DiorCamp
Invista em peças-curinga e monte um closet funcional