Por Sylvain Justum

Com o intuito de resgatar técnicas e adornos da alta costura, Esther Baumann faz do inverno da sua Acquastudio um verdadeiro quebra-cabeças de texturas – por enquanto, a palavra-chave da temporada – e materiais, onde impera o romantismo dos anos 1940 e 1950.

Por trás do glamour retrô existe um verdadeiro artesanato, que junta bordados em linha, fitas de cetim e passamanarias metalizadas. São preciosas as rendas em mohair e as lãs desenhadas geometricamente, interessante a solução de tornozeleira paetizada e ankle boot como modo de modernizar os looks lânguidos e sábia a decisão de fazer um mix de tecidos naturais + tecnológicos. O resultado é festivo e maximalista. Para mulheres de personalidade forte.

Melhor look: O longo, delicado e esvoaçante vestido de Daiane Conterato
Trilha: Amy Winehouse, diva 2000 com espírito 1950, assim como a coleção
Cores: Ameixa, Azul, framboesa, cobre, dourado e nude