Por Camilla Bello e Helena Moro

Entra e sai temporada e o assunto magreza excessiva não sai da pauta. Ainda mais porque, em abril desse ano, foi aprovada na França uma lei em que as agências de modelos precisarão comprovar, por meio de um atestado médico, que suas garotas estão saudáveis e não sofrem de desnutrição. A iniciativa leva em conta o índice de massa corporal (IMC): quem estiver abaixo da média não poderá estar nas passarelas e a empresa sofrerá punições.

De olho nisso, Bazaar conversou com tops brasileiras nos backstages da temporada de inverno 2016 do SPFW e ouviu o que elas tem a dizer sobre o assunto. Dá uma olhada: