Foto: Rafael Chacon/Ag. Fotosite

Por Sylvain Justum

Parecem ter ficado para trás os tempos em que a Totem se limitava a produzir uma moda praia comercial, despretensiosamente focada no lifestyle da orla carioca e sem compromisso com tendências.

A expertise em fabricar prints otimistas e lisérgicos, no entanto, continua intacta. A grife, assim como sua cliente, amadureceu e não se contenta mais com o trivial.

Beneficiada pelo mood esportivo global,a diretora criativa Yamê Reis abusa de referências como os  hoodies, punhos e elásticos em peças livres, leve e soltas, que reservam boas surpresas também nos detalhes.

Barrados assimétricos e plissados arrematam bem túnicas e vestidinhos deliciosos, de estampa caleidoscópica ou com delicados desenhos de flor Dente de Leão, enquanto multiplicam-se shortinhos jogging, calças pijama e os vestidos até o chão típicos da estação.

Os acessórios são grata surpresa. São ótimas as bolsas-cesto, de palha branca ou colorida, assim como as versões míni que fazem as vezes de pingente em colares de pegada street.

Ponto positivo também para os mocassins furadinhos em tons pastel. Fresh.