Valentino - Alta Costura - Verão 2013/Fotos: Marcio Madeira

Por Chantal Sordi

Um novo jardim floresce na semana de alta costura de Paris. Depois de Raf Simons e Karl Lagerfeld apresentarem versões românticas – e até um pouco dark – de jardins de primavera para Dior e Chanel, Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli levam referências dos jardins clássicos romanos à alta-costura da Valentino.

Mas, diferente de Simons e Lagerfeld, a inspiração de Maria Grazia e Pierpaolo surge de forma mais silenciosa, quase abstrata. O primeiro vestido, por exemplo, recebe um delicado bordado representando um portão de um antigo palácio italiano. Uma capa construída como uma gaiola e uma saia nude com rendas que formam uma vista  aérea de um labirinto são outras representações escolhidas pela dupla.

Folhagens e flores decoram os românticos vestidos do desfile, através de bordados sobrepostos em finas camadas de organza, aplicações de efeito 3D, uma diversidade de rendas guipire e estampas delicadas, que também adornam os sapatos da coleção.

As principais tendências da temporada – ombros a mostra, comprimentos mídi e capas – aparecem nesta coleção, que vem carregada de sonhos, romances e mistérios, espelhando a própria evolução e crescimento dos jovens estilistas.