Olivier Rousteing e sua Balmain Army – Foto: Divulgação

Neste domingo (13.09), Olivier Rousteing, diretor criativo da Balmain, está completando 34 anos. Durante sua trajetória, Rousteing conquistou algumas marcas impressionantes, incluindo o fato de ser o estilista mais jovem a assumir a direção criativa de uma casa francesa – na época, ele tinha apenas 24 anos.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Com uma personalidade e um trabalho de marketing que conquistou milhões de seguidores nas redes sociais, Rousteing associou a Balmain a ideia de uma marca jovem, glamorosa e queridinha das famosas. Em celebração a seu aniversário, separamos cinco desfiles inesquecíveis do designer:

Alta-costura – Inverno 2020

O primeiro desfile da marca depois do início da pandemia do novo coronavírus levou o distanciamento social para outro patamar: Olivier Rousteing transformou o rio Sena em sua passarela. A performance na capital francesa contou com apresentação da cantora Yseult e 50 dançarinos coreografados por Jean-Charles Jousni. Pela primeira vez, o desfile foi transmitido pelo Tik Tok – marcando um novo momento para a plataforma também.

Para a coleção, Rousteing reuniu peças que marcaram o ready to wear da grife com técnicas de alta-costura, além de apresentar 13 modelos criados por Pierre Balmain, Eric Mortensen e Oscar de la Renta. O designer descreveu o desfile como um presente à capital francesa.

Ready to wear – Verão 2020

Depois de descobrir que seus pais biológicos eram da Somália e da Etiópia, Rousteing criou uma coleção que ressoava a descoberta de sua própria identidade e raça. Uma homenagem à sua trajetória e suas referências, o desfile encantou por suas cores, formas e uma playlist pop que fez todo mundo dançar ou cantar pelo menos um pouco.

Alta-costura – inverno 2019

Em 2019, depois de 16 anos longe das passarelas de alta-costura, Olivier Rousteing fez sua estreia entre as maisons francesas e trouxe a Balmain de volta para a semana de moda mais luxuosa do calendário. Para o designer, a coleção foi um modo de unir o passado marcante da grife com o seu momento atual: moderno, sexy e glamoroso, mas, agora, com uma elegância revivida.

Ready to wear – verão 2012

Depois de trabalhar durante dois anos com Christophe Decarnin, o verão 2012 da Balmain foi o primeiro desfile depois que Rousteing assumiu a direção criativa da marca. Na época, o designer impressionou por ser muito novo – Olivier tinha apenas 25 anos. Respeitando o legado do seu antecessor, a coleção já contava com detalhes que se eternizariam nas mãos do designer, como os ombros marcados, as padronagens elegantes e o excesso de glamour.

Balmain Festival

Para apresentar a coleção de verão 2020 masculina, a Balmain inovou ao criar um verdadeiro musical, seguindo o estilo de alguns nomes famosos, como Coachella e Lollapalooza. O evento, que teve mais de dois mil convidados, teve sua renda revertida para o projeto RED, em prol do combate a AIDS. O festival contou com apresentações de Darren Criss, Rag’n’Bone Man, Years&Years e Gesaffelstein.