Fotos: reprodução
Fotos: reprodução

Por Luigi Torre

A discussão sobre as semelhanças e diferenças entre masculino e feminino, que marcou o inverno 2015 masculino da Prada, continua também no feminino. Pense em silhuetas masculinas com tecidos e cores femininos, peças e formas girlie com tecidos pesados da alfaiataria do guarda-roupa deles e um constante jogo entre opostos, tipo contraste máximo, entre doçura e força, natural e sintético.

A imagem é de uma extrema feminilidade, com os terninhos tons pastel adocicados, calças flare cropped (já um hit do próximo inverno) jaquetas, vestidos, conjuntinhos de tweed e vestidinhos 60’s.

Porém, nada é exatamente o que parece, afinal as propostas de Miuccia são sempre abertas a livre interpretação (ainda bem). Os terninhos, por exemplo, parecem clássicos, mas feitos de neoprene imprimem uma certa plasticidade fake. Os detalhes de pele nos ombros, são dragonas de trajes militar, os laços ladylike, mais restringem do que decoram.

Em outras palavras, é por meio de detalhes que Miuccia se debruça sobre clichês femininos para subvertê-los para um contexto masculino. Afinal, gênero é sempre uma questão de contexto e contexto é sempre influenciado pelo gênero.

Clique em nossa galeria para ver looks selecionados da passarela da grife, em desfile realizado nesta quinta-feira (26.02), na edição da semana de moda de Milão: