Por Luigi Torre

Vitorino Campos
olhou para o espaço e para conceitos de realidades paralelas em seu desfile de verão 2016 na SPFW — é o escapismo-tendência que dominou a temporada internacional dando as caras por aqui também –, mas o que se viu na passarela é uma coleção street atualíssima e também uma das melhores já apresentadas pelo estilista.

Pantalonas jeans de cintura com tops ajustados ou segunda peles de tule e bustiês com pequenas bolsas acopladas em suas alças; jaquetas encurtadas e volumosas; longos esvoaçantes de seda com estampa cósmica imprimem uma ideia de futurismo possível e totalmente conectado aos desejos de agora. Destaque ainda para as peças de couro prensado com glitter rosa e peças bordadas com mais de 18 mil cristais Swarovski — qualidade máxima com roupagem cool.