Burberry, inverno 2022 – Foto: Reprodução/WWD

A britânica Burberry anuncia que não usará mais couros exóticos em futuras coleções durante sua teleconferência de resultados na noite de quarta-feira (18.05).

A Burberry já havia proibido o uso de peles verdadeiras em setembro de 2018, mas sua política de bem-estar animal sugere que ainda usava peles exóticas como píton, cobra d’água e jacaré.

A decisão de descartar esses materiais ocorre em meio à crescente pressão de ativistas dos direitos dos animais, depois que campanhas de décadas para proibir as peles foram amplamente bem-sucedidas. Várias marcas já baniram peles exóticas, como a Chanel, e mais recentemente o e-tailer Moda Operandi, em abril deste ano.