Marina e sua sócia, Vanessa Ribeiro – Foto: João B

Marina Ruy Barbosa apresenta a sua marca de moda, batizada de Ginger, que traz peças com matéria-prima e produtores brasileiros, bem como vontade de buscar soluções mais sustentáveis e inteligentes para o consumidor.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

“Sempre tive uma relação muito próxima com a moda desde a infância, que se transformou em uma verdadeira paixão. Construir uma marca é um sonho que venho nutrindo há muitos anos, mas nunca tive tempo de colocá-lo em prática. No momento que a minha rotina precisou desacelerar, tive a oportunidade de fazer uma reflexão e, de certa forma, me redescobrir. Foi o que eu precisava para dar esse passo. Encontrei uma nova forma de me expressar”, comenta a atriz e empresária.

Marina Ruy Barbosa – Foto: João B

Submersa no universo da arte e do design, que inundam a universo da marca Ginger de inspirações, a proposta é criar uma moda com o olhar para o futuro. Peças versáteis, com qualidade e design atemporal, que se preocupam com o impacto gerado e com o meio ambiente. Prezando por um consumo mais inteligente e editado, a marca não seguirá os calendários de lançamento tradicionais da moda.

Vanessa Ribeiro – Foto: João B

O olhar e repertório apurados de Marina transformaram o novo projeto em um caminho natural. Vanessa Ribeiro é sócia da atriz nessa jornada, compartilhando da mesma visão de negócio, paixão por estética e busca por significado. Formada em publicidade, a paulista soma ao negócio com talentos complementares e experiência em varejo e marketing de moda.

Foto: Lorena Dini

Ao lado da dupla está o designer de moda Leandro Benites, que assume o cargo de diretor de estilo. A Ginger dá o seu primeiro passo com o lançamento de “Prefácio”, uma coleção-cápsula de moletons composta por três peças: top, calça e shorts.

Foto: Lorena Dini

Feitas 100% em algodão orgânico, as peças são apresentadas em uma paleta de cores versátil – branco, verde, lilás, bege e laranja – que serão lançadas gradualmente ao longo do primeiro mês. O último tom, chamado carinhosamente de Ginger, promete ser o carro chefe da marca.

Foto: Lorena Dini

O top é destaque: feito com acabamento de alfaiataria, esse modelo autoral de sweatshirt apresenta palas entreteladas na região dos ombros com detalhe texturizado e mangas bufantes em formato pera, finalizadas com pregas e punhos largos. O short e a calça são modelos de cintura alta com cordão para amarração.

Foto: Lorena Dini

A calça possui bolsos laterais e detalhe com textura do próprio tecido. Os ilhoses e ponteiras de todas as peças são da cor laranja – tom característico da marca – para criar unidade na cartela de cores. A costura em pesponto é outro toque que traz sofisticação à construção cuidadosamente desenhada.

Foto: Lorena Dini

A primeira coleção-cápsula da marca nasce com propósito, ajudando as favelas do Brasil – 100% do lucro das peças será doado para a organização Gerando Falcões, da qual Marina é madrinha e apoiadora. Liderados por Eduardo Lyra, os projetos são focados em esporte e cultura para crianças e adolescentes e qualificação profissional para jovens e adultos, sendo um motor de geração de renda para famílias.

Foto: Lorena Dini

Os materiais e embalagens reforçam a vontade da marca em ressignificar e fazer escolhas mais conscientes. Os tags das roupas são feitos de papel semente – um papel reciclado, ecológico e artesanal que pode ser plantado para se tornar lindas cenouras. As etiquetas são de fio reciclado.

Foto: Lorena Dini

A Ginger também criou ecobags reutilizáveis, produzidas com material biodegradável. Já as embalagens de papel para o envio de produtos têm o respeitado selo eureciclo, que garante recompensação ambiental e gera incentivos para aumentar a taxa de reciclagem no país.

A coleção pode ser encontrada no site www.shopginger.com.br com entrega para todo o Brasil. Para ficar por dentro das novidades e inspirações, acompanhe a @shopginger pelo Instagram.