Foto: Sebastião Salgado

Por Chiara Gadaleta

Em tempos incertos, a moda pode espalhar mensagens importantes e, certamente, propósito e solidariedade podem nos unir.

A preocupação com Povos e Comunidades Tradicionais, povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos esteve sempre entre aqueles que, como eu, são fascinados pela sua cultura, mas também zelam pelo bem-estar dessas comunidades.  A pandemia da Covid-19 aumentou essa preocupação e vem pedindo um “call to action”.

Foto: Alex Pazuello

Organizações do terceiro setor como a ISA ( https://www.socioambiental.org/pt-br) vêm se empenhando em divulgar informações de qualidade sobre a Covid- 19 e formas de prevenção, colocando luz nas invasões às Terras Indígenas (TIs) por grileiros, madeireiros ilegais e garimpeiros, potenciais vetores da doença.

Personalidades também estão fazendo seu papel.

O fotógrafo Sebastião Salgado e sua esposa, Lélia, lançaram um manifesto (https://www.instagram.com/2020indigenas/) pedindo ao presidente da República e presidentes da Câmara e do Senado uma colaboração e atuação para que o coronavírus não se espalhe em aldeias indígenas. O fotógrafo engajou autoridades e personalidades do mundo todo como o Príncipe Albert II de Mônaco, a atriz francesa Juliette Binoche, cineastas como o espanhol Pedro Almodóvar e os mexicanos Alejandro González Iñarritu e Alfonso Cuarón, os atores Meryl Streep, Glenn Close e Richard Gere, os músicos brasileiros Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil, dentre outros.

Não tenho dúvidas que coletivamente podemos provocar mudanças e a Bazaar é um canal aberto para projetos como esse!

Todos Juntos!

Beijos esperançosos,

Chiara