Foto: divulgação
Foto: divulgação

1.Ele diminui o risco de AVC (acidente vascular cerebral)
Um estudo sueco de 2011 descobriu que mulheres que consumiam altas quantidades de chocolate (45 gramas ou mais) tiveram 20% menos chance de sofrer um acidente vascular cerebral em comparação com aquelas que ingeriam menores quantidades. É importante notar que a definição do estudo de “alto” não é tão generosa: as pessoas pesquisadas ingeriam cerca de 66 gramas de chocolate por semana, o que equivale a metade de uma barra comum.

Veja também: 5 receitas de águas aromatizadas para você reproduzir

 

2. Protege seu coração
Nesse mesmo ano, outro estudo constatou que níveis elevados de consumo de chocolate contribuíam para uma redução de 37% do risco de doença cardiovascular.

3. Pode reduzir a pressão arterial
O chocolate amargo contém altos níveis de polifenóis, que são antioxidantes com uma série de benefícios para a saúde. Estudos descobriram que comer esse tipo de chocolate reduz a pressão arterial.

Leia mais: Oito lanches saudáveis com poucas calorias para você experimentar

 

4.É um escudo contra a diabetes
A sensibilidade à insulina é a defesa natural do organismo contra o desenvolvimento de diabetes: se ela cair, você terá mais dificuldade para digerir carboidratos e terá tendência a desenvolver um quadro de pré-diabetes. O chocolate amargo é bom porque pode melhorar a sensibilidade à insulina, graças às propriedades antioxidantes dos flavonóides que estão em sua composição.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

5.É como uma aspirina natural
Chocolate não é um analgésico – a menos que você esteja falando sobre feridas emocionais –, mas ele acaba “imitando” outras propriedades da aspirina. Assim como o tradicional remédio, o cacau age como um “afinador” de sangue, o que impede a formação de coágulos. Quase uma aspirina natural!

Veja também: 10 alimentos que devem ser banidos em 2018 da sua dieta

 

6.Reduz o estresse
Pessoas altamente estressadas foram alimentados com 40 gramas de chocolate amargo todos os dias como parte de um estudo realizado em 2009. Depois de duas semanas, foi constatado que os níveis de hormônios relacionados ao stress foram reduzidos. Ou seja, tente comer um pouquinho do doce quando tiver um dia muito complicado.

7.Alimenta, sim
Pesquisadores da Universidade de Copenhague descobriram que o chocolate amargo sacia muito mais do que leite, por exemplo.