Maria Fernanda Cândido - Foto: reprodução
Maria Fernanda Cândido – Foto: reprodução

Por Camilla Bello

Para nós da Bazaar, 40, 50, 60, 70 e 80 são os novos 20. Na edição de outubro da revista batemos na tecla de que as mulheres maduras estão com tudo, inclusive no mundo da moda. Marcas como Dolce & Gabbana, Riccardo Tisci, Givenchy, Giorgio Armani, Marc Jacobs e Nars tem apostado fortemente nisso e decidiram trazer nomes como Monica Bellucci, Isabelle Huppert, Tilda Swinton, Cate Blanchett e Jessica Lange para estrelar as suas campanhas.

Por acreditarmos que as mulheres podem ser incríveis em qualquer idade, batemos um papo com Maria Fernanda Cândido. A atriz brasileira que é o estereótipo da beleza real, é também o rosto da Imedeen, um nutricosmético da Pfizer Consumer Healthcare, que cuida de pele de dentro pra fora. Por muitas vezes comparada à musa italiana Sophia Loren, Maria Fernanda acaba de completar 40 anos e nos conta tudo que pensa sobre o assunto. Confira!

Harper´s Bazaar: Como você se sente com a nova idade?
Maria Fernanda: Completei 40 anos e posso dizer que me sinto melhor hoje do que há 10, 20 anos atrás. Sou feliz com a trajetória que percorri até agora e muito grata por ter feito boas escolhas. O desafio é tentar conseguir tempo no dia a dia para os cuidados comigo mesma.

HB: Como define a sua vaidade?
MF: Eu gosto de me cuidar e prezo por uma beleza mais natural. Eu acho que a beleza não é algo estático, pra mim ela é dinâmica, fruto da maturidade e das escolhas certas feitas ao longo da vida.

HB: É a favor de botox ou procedimentos que disfarçam a idade? Ou acha mais bonito assumir as ruguinhas e sinais de maturidade?
MF: Sou a favor da liberdade. Acho que cada um deve buscar para si aquilo que lhe agrada.

HB: Como enxerga a “velhice”? E onde se imagina ou gostaria de estar daqui a 20 ou 30 anos?
MF: Creio que com o tempo se torna necessário ampliar os cuidados com a saúde de forma geral. Tenho hábitos saudáveis, pratico exercícios, tenho uma alimentação equilibrada e procuro sempre dormir bem. Quando olho para o futuro, sei que quero estar ao lado da minha família e realizando coisas importantes para mim, como bons projetos e trabalhos.

HB: Quais mudanças internas – positivas e negativas – percebeu com o passar dos anos?
MF: Sinto que com o passar dos anos ganho uma aparência mais madura, e isso é algo positivo, porque reflete as escolhas que fiz no decorrer da minha vida até aqui.

HB: O que acha sobre o uso da edição de imagens e do uso – às vezes excessivo – de Photoshop em fotos de campanha?
MF: Essa questão me parece bastante relativa, mas a minha preferência em relação às campanhas que participo, é priorizar um resultado mais natural sem o uso excessivo de Photoshop, e essa foi uma das razões pelas quais eu me encantei pelo projeto da campanha da Imedeen.

HB: Quais seus rituais de beleza e cuidados com a pele diários? Tem algum passo a passo que você segue?
MF: Um bom hidratante diário e um filtro solar são meus parceiros constantes. Além disso, fazem 4 anos que tomo Imedeen para estimular a produção de colágeno. Eu noto claramente o benefício de uma pele mais hidratada, firme e luminosa.

HB: Alguma dica/segredinho de beleza desses que vem de família para compartilhar com a gente?
MF: Sempre penteio meus cabelos antes de dormir.

HB: Tem algum produto de beauté que descobriu recentemente e não vive mais sem? Além, claro, de Imedeen.
MF: Eu não uso maquiagem durante o dia a dia, mas quando tenho um compromisso, gosto muito de usar um batom rosado.