Foto: reprodução
Foto: reprodução

Por Luísa Graça 

Na onda musical setentista de Vinyl, o nascimento do hip hop é tema de The Get Down, nova série da Netflix que estreia no meio do ano. Graças a um senso de nostalgia que permeia a cultura popular, recentemente reforçado pela morte de David Bowie e pela onda 1970 que também atinge a moda, séries que se passam nesta época não poderiam chegar em melhor hora. The Get Down, criada por Baz Luhrmann, começa em 1977 e também retrata a cena musical de Nova York, mas pelo olhar de um grupo de adolescentes do Bronx que, sem muitos recursos, contam apenas com jogos verbais, danças improvisadas e latas de spray.

No meio da cena de arte do Soho, do punk e da disco, nasce o hip hop. “Estamos bem no centro de uma evolução na música. Onde havia tão pouco, surgiu criatividade pura”, afirma o diretor australiano, que tem a musicalidade como marca registrada de sua filmografia. Para refletir esse frescor, Luhrmann recrutou um elenco jovem, pouco conhecido e que poderia contribuir musicalmente com a série, como é o caso da cantora Herizen Guardiola, Shameik Moore, novato que impressionou no longa Dope, e Jaden Smith, filho de Will e Jada.

The Get Down promete uma vida musical intensa, misturando canções originais da época, grandes nomes da cena atual e novos talentos. Mas pouco sobre a série foi divulgado até agora, tirando umas fotos (como essa abaixo) e um trailer empolgante. E não se sabe se o australiano deve repetir a parceria que fez com Jay-Z em O Grande Gatsby, como foi falado. Vai perder essa, Jay-Z?