Conheça o hotel em Paris que é refúgio de Beyoncé e Jay-Z

O Shangri-La tem diárias que podem chegar a R$ 92 mil

by Vinicius Belo

Hospedar-se em um hotel da rede Shangri-La, que tem sede em Hong Kong e possui uma cartela com mais de 90 hotéis ao redor do mundo, é uma experiência não apenas de luxo, mas de intelecto, de elegância e harmonia. Não é à toa que o grupo Shangri-La Hotels and Resorts conseguiu se tornar uma das empresas hoteleiras mais respeitadas do mundo, e isso é para poucos. Existe um glamour que grita, mas sem pedir para ser notado, uma sofisticação sacramentada e acima de tudo uma entrega feita com amor, com sinceridade, e com muita paixão. Entrega esta que tem o singelo toque asiático.

Fachada do hotel Shangri-la - Foto: Divulgação

Fachada do hotel Shangri-la – Foto: Divulgação

Foi no dia 17 de dezembro de 2010 que o grupo abriu o Shangri-La Hotel em Paris, que passou a ser sua primeira propriedade na Europa, hotel este que se consagrada mundialmente como um dos mais luxuosos e históricos. Originalmente construído em 1896, o palacete foi nada mais nada menos que a casa do príncipe imperial francês Roland Bonaparte, chegou a ser listado em 2009 pela Monuments Historiques.

114 anos depois que o edifício foi construído para o sobrinho-neto do imperador Napoleão I, local que foi apresentado com toda pompa possível para a sociedade parisiense, o lar de uma das famílias aristocráticas mais notáveis da França, se tornou um hotel emblemático e eu tive a sorte de poder conhecer estes 20.000 metros quadrados.

Vinicius Belo - Foto: Marcelo Ruduit

Vinicius Belo – Foto: Marcelo Ruduit

Chegar no Shangri-La Paris me faz ter a certeza que luxo é simpatia, gentileza, respeito e elegância. Sorrisos por trás de hoteleiros apaixonados pelo que fazem, vale ressaltar que em impecáveis uniformes, estão logo ali e te recebem de forma tão especial e calorosa que você até esquece que existe antipatia no planeta.

Sem saber muito em qual detalhe focar – são muitos -, um pouco seduzido pelos belíssimos arranjos de flores naturais e extremamente perfumados, você caminha até o balcão do check-in e encontra recepcionistas extremamente treinadas e com um feeling que parece transbordar. Muito atentas elas me apresentam ao Francesco, que para a minha leitura é um verdadeiro “Homem Boas-Vindas”. Francesco é um Senhor Italiano que sabe como ninguém a história do palácio, de Paris, que entende arte, política, gastronomia, e o que mais você imaginar ele conhece ou já ouviu falar. Francesco me leva então para uma suntuosa sala de espera, me oferece um drink de boas-vindas, me traz um livro com a história do hotel e algumas castanhas. Naquele exato momento eu me sentia na sala da minha casa ou em um lugar onde parecia que eu já havia frequentado por muitos anos. Francesco é um excelente anfitrião e um digníssimo garçom.

Lobby - Foto: Divulgação

Lobby – Foto: Divulgação

Rihanna, Hailey Baldwin, Ryan Phillippe, Haley Bennett, Chloë Grace Moretz, Naomi Campbell e mais alguns mortais são os que costumam frequentar as instalações do Shangri-La. Beyoncé e Jay-Z também – inclusive, na última vez em que o casal esteve no hotel, escolheram a suíte que normalmente custa US$ 19 mil por noite – cerca de R$ 72 mil. Curioso como sou, pergunto ao Francesco se ele costuma ver muitos famosos por lá, e a resposta foi certeira: “sim, muitos, e quase sempre”, disse ele sem poder citar nomes, o hotel tem como política não divulgar a identidade de seus frequentadores. Então, para você que procura um oásis de luxo e discrição na Cidade Luz, talvez o local ideal seja mesmo o Shangri-La.

Lounge - Foto: Divulgação

Lounge – Foto: Divulgação

Quarto pronto! Finalmente sou conduzido ao meu apartamento por uma guest relations. Este é o padrão do hotel. No caminho até a suíte ela vai me contando sobre os atrativos que o prédio apresenta aos hóspedes, além de me dar boas-vindas e desejar que eu tenha uma estada feliz com eles. Encontramos o apartamento, ela encosta o cartão magnético, a porta abre e então sou convidado a entrar. Naquele exato momento uma música tocava no volume perfeito para a cena. Encontro uma suíte do sonho que qualquer apaixonado por hotéis como eu, desço as escadas, e eis que a emoção maior me domina. A Torre, logo ali, na minha janela, tão, mais tão perto que parecia estar plantada na varanda. O símbolo mais famoso de Paris. Além de todo o glamour e a hospitalidade asiática da marca, sem sombra de dúvidas, o que torna a experiência de um hóspede Shangri-La inesquecível é a localização do prédio. O hotel fica situado no refinado 16º distrito residencial, a poucos passos da Place du Trocadero, no alto de Chaillot Hill, em frente ao Sena, e de cara para a Torre Eiffel. Precisa de mais?

São 81 apartamentos incluindo 27 suítes, boa parte deles com vista para a Torre Eiffel e para o Rio Sena. Quase metade de todos os apartamentos possuem balcão ou terraço, permitindo aos hóspedes absorverem melhor toda a energia de uma das cidades que mais recebe turistas do mundo.

Com diárias que podem chegar a 22 mil euros por noite, o que se traduz em 92.620 reais, cálculo feito com o câmbio do momento em que escrevo esta experiência, Shangri-La Paris guarda quatro suítes que são aquilo que chamamos de verdadeiro objeto de desejo. São elas:

La Suite Shangri-La

Terraço da suite Shangri-la - Foto: Divulgação

Terraço da suite Shangri-la – Foto: Divulgação

Localizada no último andar do hotel, – foi essa a escolhida por Beyonce e Jay Z-, com 225 metros quadrados de área útil e um terraço de 100 metros quadrados, tudo isso com uma ampla vista panorâmica da cidade. A suíte oferece ainda uma janela frontal com 14 metros de comprimento, de frente para a Torre Eiffel. As paredes internas são cobertas por painéis Lelièvre perolados, completando as cortinas de canovas e detalhes art déco.

La Suite Chaillot

Vinicius Belo da suite Chailot - Foto: Marcelo Ruduit

Vinicius Belo da suite Chailot – Foto: Marcelo Ruduit

Fica no quinto andar e tem um total de 150 metros quadros, bem como um terraço de 40 metros quadrados com vista para a Torre Eiffel e para o horizonte de Paris. A paleta de cores se concentra em tons de taupe e jade, que também estão presentes em elementos decorativos de inspiração chinesa.

La suíte Gustave Eiffel

La Suite Gustave Eiffel - Foto: Divulgação

La Suite Gustave Eiffel – Foto: Divulgação

Oferece um ambiente refinado de apartamentos parisienses com grandes janelas arejadas que se abrem para um terraço privado de 30 metros quadrados com vistas panorâmicas incomparáveis para o marco mais famoso de Paris. A suíte é decorada em tons crus, ouro e branco e oferece uma sala de estar separada do quarto principal, um sofá-cama na sala de estar, uma escrivaninha executiva tamanho grande e um grande closet, proporcionando o cenário ideal para férias românticas ou em família.

L’Appartement Prince Bonaparte

L’Appartement Prince Bonaparte - Foto: Divulgação

L’Appartement Prince Bonaparte – Foto: Divulgação

Fica no segundo andar, é a maior suíte do hotel e está localizada no antigo apartamento privado do Príncipe Roland Bonaparte. Uma joia na coroa do hotel com 275 metros quadrados, é o único dos quartos ou suítes do hotel a serem listados como um Monumento Histórico, por seus tetos com vigas, fundições, trabalhos folhados a ouro e esculturas decorativas, no mesmo estilo que o Grand Salon. A suíte possui um teto de cinco metros de altura, um quarto, uma sala de 105 metros quadrados e uma sala de jantar privada para até oito pessoas. Uma cozinha privada e funcionários estão disponíveis para eventos. A varanda da suíte oferece vistas da avenida d’Iéna e do Museu Guimet, enquanto o pátio de entrada e a paisagem ajardinada proporcionam um refúgio residencial para os hóspedes que apreciam as vistas e os sons de Paris.

Restaurante Shang - Foto: Divulgação

Restaurante Shang – Foto: Divulgação

A gastronomia do Shangri-la Paris tem também o seu destaque. Sob uma cúpula de vidro e um lustre de cristais de Murano, o restaurante La Bauhinia – nome de uma exótica orquídea presente na bandeira de Hong Kong -, é o local ideal para um jantar mais casual. Os que buscam sofisticação encontrarão seus desejos atendidos no restaurante L’Abeille. Com charmoso jardim em anexo, serve pratos preparados com ingredientes frescos, e ostenta duas estrelas no Guia Michelin. O nome é um tributo ao símbolo predileto de Napoleão: o desenho de uma abelha. Já o Shang Palace oferece pratos da autêntica culinária cantonesa, inspirada nas tradições gastronômicas do sudeste chinês. Pode-se escolher entre o salão principal, ou uma das três salas privativas, inspiradas nas dinastias chinesas Tang, Ming e Qing. É o único restaurante chinês em Paris com estrela Michelin. Para uso exclusivo dos hóspedes, o hotel oferece ainda um relaxante Spa, além de um fitness center aberto 24 horas, com assistência personalizada, e com belíssima piscina indoor com raia de 16 metros, luz natural e um pátio ao ar livre.

Roteiro: Vinicius Belo
Direção, filmagem e edição: Cesar Duarte
Agradecimentos: Shangri-La Hotels, Joëlle Ducraux, Adriana Carvalho
Vinicius Belo vestiu: Raffer, Salvatore Ferragamo, Ricardo Almeida, Zerezes, Reserva e Ellus

Leia mais:
Prédio frequentado por Coco Chanel é o novo hotel de luxo de Paris
Antiga fazenda de café de 1850 vira hotel de luxo no Rio
Check Hotels: Vinicius Belo lista destinos luxuosos ao redor do mundo