Marina usa camisa, R$ 500, Giovanna Parizzi; e saia, R$ 468, Fit - Foto: Catherine Ferraz/Harper's Bazaar
Marina usa camisa, R$ 500, Giovanna Parizzi; e saia, R$ 468, Fit – Foto: Catherine Ferraz/Harper’s Bazaar

Depois de viver três anos em Madri, estudando Publicidade no IED, Marina Droghetti voltou ao Brasil para trabalhar. Numa noite, enquanto assistia a um espetáculo de dança, percebeu que não havia motivos para não viver fazendo aquilo que ama: dançar.

“No dia seguinte, pedi demissão e me matriculei em novas aulas de ballet, que praticava desde os 4 anos”, conta. Apaixonada, Marina já fez cursos em Paris e Berlim e apresentou-se em lugares como o Museu Rodin e o Palais Brogniart, na capital francesa.

Seu próximo passo é apresentar-se no MuBE, em um projeto multifacetado que envolve dança, arte e tecnologia, previsto para agosto de 2013. A intrépida Marina também pinta – autorretratos, principalmente –, e pretende levar essa outra paixão também ao patamar profissional.