Além de ter sido referência de elegância e estilo nos anos 50 e 60, Audrey Hepburn, que completaria 89 anos nesta sexta-feira (04.05), também ficou famosa por suas frases inspiradoras. Bazaar selecionou sete frases marcantes da eterna estrela do cinema e da moda. Veja:

Leia também: No aniversário de Audrey Hepburn, 8 looks icônicos usados pela diva

Audrey Hepburn para Harper's Bazaar USA, em setembro de 1962
Audrey Hepburn para Harper’s Bazaar USA, em setembro de 1962

1 . “Eu acredito no rosa. Acredito que rir é o melhor queimador de calorias. Eu acredito em beijar, beijar muito. Eu acredito em ser forte quando tudo parece estar dando errado. Eu acredito que as meninas felizes são as meninas mais bonitas. Acredito que amanhã é outro dia e acredito em milagres.”

2 .“As oportunidades não costumam vir do nada. Então, quando o fazem, você tem que agarrá-las.”

3. “Para os olhos bonitos, procure o bem nos outros; para belos lábios, fale somente palavras de bondade; e para ter boa postura, caminhe com a certeza de que você nunca está sozinho.”

4. “À medida que você envelhecer, vai descobrir que tem duas mãos: uma para ajudar a si mesmo, a outra para ajudar os outros.”

5. “O passado, eu acho, me ajudou a apreciar o presente. E eu não quero estragar nada disso me preocupando com o futuro”.

6. “Pessoas, muito mais que coisas, devem ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas; jamais jogue alguém fora.”

7. “Eu amo as pessoas que me fazem rir. Eu honestamente acho que é a coisa que eu mais gosto, rir. Cura uma infinidade de males. É provavelmente a coisa mais importante em uma pessoa.”.

8. “Você pode dizer mais sobre uma pessoa pelo o que ela diz sobre os outros, do que pelo o que os outros dizem sobre ela.”

9. “Há mais no charme feminino do que apenas medições. Eu não preciso de um quarto para provar a minha feminilidade. Posso transmitir a mesma feminilidade colhendo maçãs de uma árvore ou ficando em pé na chuva.”

10. “Se o meu mundo fosse desabar amanhã, gostaria de olhar para trás em todos os prazeres, excitações e experiências que tive a sorte de ter vivido. Não para a tristeza, perdas ou meu pai saindo de casa, mas para a alegria de todo o resto. Terá sido o suficiente.”