Sofia Achaval de Montaigu, que também posa de modelo para sua marca - Foto: Divulgação
Sofia Achaval de Montaigu, que também posa de modelo para sua marca – Foto: Divulgação

Por Cibele Maciet

Sofia Achaval de Montaigu, nascida em Buenos Aires e parisiense por opção, é uma dessas personagens intrigantes da moda. Cabelos longos e platinados, olhar hipnótico e silhueta esguia, a ex-modelo e stylist mais parecia uma gaúcha sentada nos front rows da última semana de moda parisiense. Mas com seu chapéu largo na cabeça, casaco de pelúcia, bombacha e botas de montaria, a moça tem o faro fino e sabe por onde pisa.

Sua recém-lançada marca de prêt-à-porter, Àcheval Pampa, é a tradução do folclore argentino e uma brincadeira com seu sobrenome (à cheval significa a cavalo em francês). Com uma pegada moderna e glam, as famosas bombachas – mais baggy nas coxas, para uma cavalgada confortável – aparecem na marca em algodão, cetim, veludo, lã e até paetês, para serem usadas tanto de dia quanto de noite.

Unissex e feita no Uruguai, a peça vem em três cortes, larga, fit e intermediária, e vem acompanhada de pulôveres de gola alta, camisas, além de acessórios como bolsas e cintos em couro hechos en Argentina por talabarteros, artesãos especializados em selas de cavalo.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Sofia Achaval de Montaigu junto com a sócia, Lucila Sperber - Foto: Divulgação
Sofia Achaval de Montaigu junto com a sócia, Lucila Sperber – Foto: Divulgação

“Lancei a Àcheval para homenagear os cavaleiros da minha infância: com eles aprendi a cavalgar, amar e respeitar esse universo repleto de nobreza e estilo”, diz a ex-modelo de 39 anos.

Baseada em Paris desde 2002, onde estudou Moda e Design no tradicional Studio Berçot, Sofia desfilou à época para Marc Jacobs e Louis Vuitton, além de fazer campanhas para Chloé.

A carreira de stylist veio por acaso, após colaborar com o fotógrafo de moda Sebastian Faena. As viagens para Nova York se multiplicaram, e foi ali que conheceu a parceira de empreitada, a conterrânea Lucila Sperber, com quem lançou a marca, bastante aplaudida pela imprensa internacional durante a última semana de moda parisiense.

“Nossa referência principal é a Saint Laurent dos anos 1970 e o estilo apaixonante dos gaúchos dos pampas”, diz Lucila, com um background em comunicação, propaganda e arte contemporânea.

Look da Àcheval Pampa - Foto: Divulgação
Look da Àcheval Pampa – Foto: Divulgação

Para a linha de colares com inspiração no céu da bandeira argentina, fez uma parceria de peso com os artistas Leandro Erlich e sua mulher, Luna Paiva. Além das joias, o casal criou as chiques fivelas em bronze dos cintos da label. “Aprecio muito o mundo da arte, principalmente Julio Le Parc quando cria obras sobre o universo com cores fortes, além, é claro, de sua arte cinética”, conta Lucila.

Sobre a apropriação do vestiário masculino nas bombachas, Sofia dispara: “Amo moda unissex, acho infinitamente chique uma mulher vestida com roupas de homem”. E para a segunda coleção da dupla, a de Primavera Verão 2019, a ideia é lançar capas, saias-calças e mais bombachas. “Vamos continuar mostrando ao mundo o estilo argentino dos campos”, avisa Sofia.

Leia também:
Blazé Milano: grife especializada em blazer tem projeto ecofriendly
T-shirt branca: como usar e arrasar no street style
Kate Moss desenha tênis por uma boa causa