Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Como o valor da libra cai a todo momento graças ao Brexit, os preços do ready-to-wear e acessórios devem subir. Conforme um relato na semana passada, as bolsas Louis Vuitton são consequentemente mais baratas no Reino Unido do que em qualquer lugar no mundo – e parece que a indústria da moda terá que aumentar os seus preços para compensar a queda da moeda.

Leia mais: O que a saída do Reino Unido da União Europeia significa para as mulheres da geração Y?

Ao mesmo tempo, as empresas que importam ou compram materiais no exterior – algo que a maioria das marcas britânicas acabam fazendo – estão agora enfrentando um aumento dos custos para um significativo no custo da importação. Para resolver isso, os varejistas de rua já confirmaram que vão aumentar o valor das etiquetas em até cinco por cento no próximo ano. “Nós sempre consideramos que se os nossos custos sobem, então nossos preços vão para cima, e vice-versa”, disse o empresário Lord Simon Wolfson.

Leia mais: Entenda o porquê das pessoas estarem usando um alfinete preso à roupa no Reino Unido

Enquanto a marca Next é a primeira a abordar oficialmente o problema, os especialistas já afirmam que a pressão para outras marcas aumentarem seus preços irá crescer ao longo dos próximos meses.

“Os preços não subiram ainda e nós acabamos de ter o vigésimo quarto mês seguido de roupas ficando mais baratas como consequência da intensa disputa entre lojas físicas e online, mas isso vai mudar logo”, comentou Stephern Robertson, presidente da Retail Economics, ao jornal The Telegraph. Ou seja, melhor garantir sua Louis Vuitton já, caso esteja no Reino Unido!