Conheça três marcas estreantes da Casa de Criadores

Com programação aberta ao público, o evento acontece de 03 a 08.07, na Praça das Artes

by redação bazaar
Reptilia - Foto: Reprodução/Instagram

Reptilia – Foto: Reprodução/Instagram

Entre os dias 5 e 8 de julho, a Praça das Artes, no centro de São Paulo, recebe a 45ª edição da Casa de Criadores. O evento, dedicado a apresentar grandes talentos da moda autoral brasileira e também dar visibilidade às novas promessas, terá um line-up com 34 desfiles composto por várias marcas estreantes e nomes já consolidados, como Isaac Silva e Rober Dognani.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Conheça três marcas inéditos no line-up do evento:

Estamparia Social

Estamparia Social - Foto: Reprodução/Instagram

Estamparia Social – Foto: Reprodução/Instagram

O projeto Estamparia Social estreia nesta edição da Casa de Criadores com a P.O.T.E (possibilidade, oportunidade, trabalho, egresso). O idealizador do projeto, Robson Mateus, desenvolve peças utilitárias com materiais base sustentáveis, além do algodão 100% orgânico e cânhamo. Todas as peças são confeccionadas por egressos do sistema penitenciário que, por meio do Estamparia Social, recebem capacitação profissional, como oficinas de serigrafia, sublimação e transfer.

Silvério

Silvério - Foto: Reprodução/Instagram

Silvério – Foto: Reprodução/Instagram

Rafael Silvério é um designer empreendedor que, inspirado no processo amoroso segundo a visão de Freud, desenvolveu sua marca, a Silvério. Para a estréia no evento, o tema convida a fazer uma reflexão sobre o feminino nos dias de hoje, por meio da história do cultivo e uso da planta beladona na América, em meados do século 18. Durante a pesquisa, Rafael notou que as mulheres se apropriaram da beladona para fortalecer sua feminilidade, por isso a escolha do tema.

Reptilia

Reptilia - Foto: Reprodução/Instagram

Reptilia – Foto: Reprodução/Instagram

A arquiteta Heloisa Strobel é o nome por trás da Reptilia, marca fundada em 2012 com o propósito de criar peças minimalistas e com processos sustentáveis. Os materiais são os grandes protagonistas das peças da marca, dando espaço aos tecidos e caimentos. O desfile terá uma estética de historiadora urbana, explorando e questionando o passado e a forma como o espelhamos no presente e para o futuro. A coleção tem estética atemporal, unindo a silhueta e a versatilidade da mulher contemporânea com alfaiataria tradicional. Formas e referências geométricas e arquitetônicas, mescladas com cores contrastantes e cortadas em tecidos nacionais. A cartela de cores navega por tons leves como o lilás, o cru e o caramelo, mas ganha um momento soturno com um bloco inteiro em preto.

Movimento Sou de Algodão
A final de um grande concurso que a Casa de Criadores promove em parceria com o movimento Sou de Algodão também acontece nesta edição. Seis estudantes de faculdades de moda de todo o Brasil são os finalistas, escolhidos entre mais de 400 inscritos. Esses jovens talentos terão a oportunidade de desfilar para um corpo de jurados, composto por renomados profissionais da área, que escolherá o vencedor.

Além dos desfiles, o evento terá uma programação cultural aberta ao público, com talks, happenings, oficinas e shows, entre outras atividades.

Leia mais:
NotEqual: conheça a grife do mineiro Fabio Costa
14 coisas que amamos da 44ª edição da casa de criadores