Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Por Luigi Torre

Os contos dos irmãos Grimm ganham vida na passarela da Cavalera, neste inverno 2015, dividindo o desfile desta segunda-feira (03.11) em dois grandes blocos. Algo como mocinho e vilão. O primeiro vem representado por cores acesas e estampas algo românticos. Já o segundo, prefere o preto e tons fechados, estampas de ossos e florestas sombrias, peças em couro, sobreposições mais evidentes (e interessantes) e uma boa alfaiataria, com destaque para os casacos de lã com franjas.

O denonimador comum vem nas referências 70´s, que seguem forte nesta temporada, e nos materiais de melhor qualidade, com os quais a marca vem trabalhando desde a coleção passada. Tecidos, aliás, garimpados em viagens de Alberto Hiar pelo mundo e trazidos com exclusividade para o Brasil – diferencial importante no segmento em que a grife atua.

Mas, assim como nos contos infantis, em que os vilões são sempre visualmente mais interessantes – e seus figurinos muito mais elaborados, o “lado negro” da Cavelera também sai ganhando. E, principalmente, por se alinharem melhor ao estilo urbano pelo qual a marca é tão conhecida e desejada.

Em nossa galeria você confere looks do show, na temporada do São Paulo Fashion Week: