Dior apresentou seu pre-fall 2015 em Tóquio - Foto: Getty Images
Dior apresentou seu pre-fall 2015 em Tóquio – Foto: Getty Images

Foi sob uma arena de sumô, em Tóquio, que a Dior apresentou sua mais recente coleção de pre-fall 2015. Mas não, não espere traços japonistas sobre a passarela improvisada. É que Raf Simons se interessa mais pela realidade do aqui e agora, do que por noções fantasiosas de uma moda de outros tempos. É em parte por isso que não se pode apontar com precisão as referências que compõem cada look, ou melhor, cada peça desta coleção. Um pouco de anos 1960, algo dos 1980, silhuetas 50’s na onipresente silhueta Bar, mais elementos e detalhes dos séculos 18 e 19. Tudo junto e ao mesmo tempo.

Conceitos a parte, o que marca essa coleção é seu alto grau utilitário. Claro, um utilitarismo muito glamouroso. É que Raf é um daqueles estilistas que realmente pensam moda – e seu impacto em nossas vidas. Justamente por isso, tem usados as coleções de meia-estação (pre-fall e resort) para apresentar roupas que realmente façam a diferença no dia a dia. Roupas para serem vestidas (e vividas), para além de coquetéis e tapetes vermelhos. Daí os maxibolsos, os zíperes e uma esperta escolha de tecidos, capaz de migrar para qualquer situação. A ideia é prática, mas a execução primorosa. E o melhor exemplo vem nos clássicos tricôs, com aparência retrô, mas projetados para o futuro com as tramas que misturam pequenas peças metálicas em sua composição.

Clique em nossa galeria para ver looks selecionados do desfile de pre-fall 2015 da Dior, realizado nesta quinta-feira (11.12), em Tóquio: