Desfile Jefferson Kulig/Foto: Márcio Madeira

Por Sylvain Justum

Fã da mistura entre materiais orgânicos e tecnológicos, Jefferson Kulig olha agora para o campo, construindo seu inverno com looks urbanos onde o esporte dá as cartas.

Mais uma vez, seu trunfo é a multiplicidade de texturas aplicadas nas peças sempre futuristas. Vestidos e t-shirts oversized, de mangas curtas, saias evasês com barrado assimétrico, sobreposições… Quem disse que o futuro não está na rua?

Jefferson junta referências campestres em placas que remetem à madeira – laminada e brilhosa – e microrelevos de pedrinhas em peças recortadas como o bom bloco em cinza, branco e rosa. É nele que residem as melhores idéias do desfile. Ali está o vestido reto gráfico e a jaqueta minimalista combinada com saia branca, super usáveis e atuais.

São boas também as estampas orgânicas coloridas, bem resolvidas no top de mangas logas combinado com saia preta e branca com a tal textura de pedrinhas.

MELHOR LOOK: Blusa de estampa orgânica colorida e saia preta/branca texturizada com barra arredondada. Urbano e elegante.

ACESSÓRIO: Jefferson segue apostando em variações de sua sandália baixa tipo papete de neoprene, mas achamos que um salto melhoraria muitos looks da coleção. Experimente.