Será que a soma de uma vasta gama de peças luxuosas faz uma coleção? Sim, de acordo com o diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele. O designer continuou seu caminho muito pessoal para remodelar a imagem da marca, oferecendo um pre-fall 2016 que canalizou um vasto leque de temas e motivos, muitos trazidos de seu passado.

O resultado foi uma coerência caótica. Como um moderno Lewis Carroll, Michele recriou um belo e surreal país das maravilhas, onde o infantil conheceu o opulento, o casual foi justaposto ao real. O estilista não inventou novas formas, mas explorou as possibilidades decorativas de estampas. Em nossa galeria, você confere alguns dos looks da coleção.