Ostra – Foto: Divulgação

Por Cecilia Madonna Young

De um biquíni ou maiô confortável (e de modelagem perfeita!) a uma alfaiataria chique para um jantar à beira-mar, a marca de beachwear Ostra lança uma coleção de encher os olhos nesta estação. Batizada de “SUR” – da expressão francesa “ton sur ton”, que significa o compartilhamento das cores analógicas e como elas trabalham as suas diferentes nuances – traz peças como saias e vestidos de linho, tops em amarração, calças retas e pantalonas, camisas e blazers. Modelos que permitem, enfim, o ir e vir sem dramas, e com conforto extremo, da areia para o asfalto e vice-versa.

Ao misturar a alfaiataria com o beachwear, a coleção traz um novo significado para ambos os estilos: dá para ser elegante na praia, mas sem perder a desejável despretensão ao se vestir que pedem o lugar e a ocasião. “Tenho o dever de apresentar um design inovador, aliado a peças que vistam bem, que destaquem a beleza da mulher e a façam se sentir segura e autoconfiante”, conta à Bazaar Lidianne Andrade, diretora criativa da marca. “Hoje, o compromisso de produzir peças que vistam bem todas as mulheres e diversos corpos é ainda maior.” Isso, segundo ela, inclui cortes mais democráticos, modelagens ajustáveis e biquínis e maiôs de boa sustentação com design moderno – e lindos, claro.

Ostra – Foto: Divulgação

A Ostra, marca que nasceu em Goiás e ganhou o mundo, desde sempre, tem essa missão de atender as demandas de quem procura qualidade e conforto no acabamento e na modelagem da moda praiana. Nem todo mundo quer ou gosta de mostrar demais e, entender isso, se provou uma boa sacada de Lidianne, que logo nos primeiros meses da label, em 2009, já tinha encomenda internacional e grandes oportunidades de desfiles e apresentações.

Ostra – Foto: Divulgação

Mesmo assim, a Ostra não perde o seu caráter exclusivamente brasileiro – incluindo as estampas desenvolvidas pela própria Lidianne, desde 2014, que dão vida a peças artísticas, em um evidente trabalho de imprimir uma nova visão para o beachwear nacional. Nos últimos anos, a Ostra ainda tem se voltado para causas ambientais e é completamente transparente às suas condutas sustentáveis. Além de participar de diferentes ações sociais, também usa, em suas criações, tecidos biodegradáveis e com certificados ecológicos internacionais. A marca ainda faz reaproveitamento de retalhos que fomentam atividades no Brasil e na África.

Ostra – Foto: Divulgação

A collection “SUR” consegue, enfim, a proeza de mostrar, por meio de recortes minimalistas e de uma cartela de cores que vai do branco e do preto a tons vivos, como azul royal e amarelo, que looks não são – e não devem ser – feitos para uma única ocasião. Um guarda-roupa versátil é igualmente sustentável. E se tiver a elegância e a leveza que são a marca das peças da Ostra, ainda melhor.