Da esquerda para a direita: Dolce & Gabbana, Tommy Hilfiger e Chanel, todos inverno 2014 - Fotos: reprodução/Harper's bazaar
Da esquerda para a direita: Dolce & Gabbana, Tommy Hilfiger e Chanel, todos inverno 2014 – Fotos: reprodução/Harper’s Bazaar

por Sylvain Justum

Você já se acostumou a pegar roupa emprestada do closet do namorado, marido ou irmão. Também já veste, normalmente, seu terninho ou uma calça de alfaiataria para trabalhar e encarar dias em que ser prática é a melhor pedida na hora de montar o look. Seu próximo passo no sempre frutífero crossover de gêneros que a moda adora explorar é decorar o glossário com as diferentes padronagens da alfaiataria masculina, repertório típico da célebre rua Savile Row, em Londres, meca do assunto. A grande novidade é que xadrezes tartan e príncipe-de-Gales, grafismos em espinha de peixe, pied-de-poule e pied-de-coq, além das riscas-de-giz, ganham tratamento de tecidos leves e delicados. Nomes como Haider Ackermann, Alber Elbaz e Dries Van Noten transformam materiais pesados e invernais em delicadas ideias nas quais se destacam drapeados, patchworks e bordados. A dica é equilibrar assim: para cada peça de referência masculina, combine outra mais girlie. Pode ser uma saia skater – a de shape godê da hora – com uma camisa abotoadinha; ou um suéter desabado, de gola V, com uma saiota plissada, meio college.

Assine a Harper’s Bazaar