Busca Home Bazaar Brasil

Úrsula Corberó é nova embaixadora da Bulgari

Grife de joias está de olho nos Millennials e lança coleção de diamantes

by Silvana Holzmeister
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Úrsula Coberó se lembra, como se fosse hoje, da campanha que Julianne Moore, uma de suas atrizes preferidas, protagonizou para a Bulgari. Era 2009, e a estrela espanhola de “A Casa de Papel” e, mais recentemente, “Árvore de Sangue”, ainda não havia estreado na carreira. Por isso, conta que ter se tornado embaixadora da coleção “Fiorever” é um sonho que virou realidade.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Julianne Moore na Bulgari, em 2004 - Foto: Divulgação

Julianne Moore na Bulgari, em 2004 – Foto: Divulgação

Com as 24 peças para o dia a dia, que já estão chegando nas vitrines brasileiras, além de outras 30 de alto luxo, a joalheria italiana sai da zona de conforto das pedras coloridas para investir em uma linha totalmente dedicada aos diamantes clássicos com foco, principalmente, na geração millennial. “Temos orgulho de promover estrelas em ascensão e com a Úrsula queríamos nos conectar com um público mais jovem”, explica Mauro di Roberto, diretor da unidade de negócios de joalheria da marca.

O visual das joias se encarrega de fazer a ponte com a tradição da Bulgari, que investe em florais desde 1917, quando lançou um broche de prata com rubis e diamantes. O ícone de “Fiorever”, a flor de quatro pétalas, resgata o colar “Secret Garden”, master piece da coleção “Giardini Italiani”, de alta-joalheria, criada há quatro anos. “É um desenho que também pode ser visto em esculturas romanas, pinturas e artefatos, um verdadeiro símbolo da paixão romana pela vida.”

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foi pensando em lifestyle que o nome de Úrsula surgiu. “Ela é apaixonada, espontânea e exuberante”, conta Roberto. A jovialidade dá o tom também nas joias, como brincos single. “Adoro o modelo que envolve toda a orelha. Além de estiloso, traz luz para o rosto”, diz Úrsula. Sua segunda peça preferida é o colar em formato de poncho em ouro branco com diamantes redondos, lapidação brilhante e pavê de diamantes. “Faz você se sentir como se estivesse usando uma segunda pele de diamantes”, acrescenta, sobre um dos itens mais poderosos da nova coleção, e vendido logo após o seu lançamento global, em Dubai, no final do ano passado.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A segunda joia mais exuberante é o colar com duas flores centrais, formado por 121 diamantes. Ambas foram criadas one-of-a-kind. O diretor explica que essa coleção ganhará novos itens em breve. Estão previstas para o segundo semestre outras peças para uso diário e alta-joalheria.

A aposta nos diamantes não vem por acaso. Assim como no tempo de Marylin Monroe, a pedra tem se mostrado a melhor amiga das jovens modernas. Segundo dados do setor, millennials estão à frente de 60% da demanda de joias com diamantes nos Estados Unidos e quase 80% na China. “Bulgari tem seu próprio estilo e transmite poder. Gosto do fato de as mulheres que usam suas peças poderem se sentir assim”, afirma a atriz, que prefere reservar as joias para momentos especiais.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Quase desconhecida antes de “A Casa de Papel”, ela viu sua conta no Instagram crescer para cerca de 6,5 milhões de seguidores após o sucesso da série, que chega à terceira temporada.

O ano também será especial para a Bulgari. A marca comemora 135 anos e, de maneira mais enfática, os 20 anos do anel “B.zero 1″, inspirado no Coliseu, em Roma. Para tanto, promove uma instalação criada pelo artista argentino Tomás Saraceno durante a Semana de Design de Milão, no início deste mês. Puro luxo conectado com as artes.

Leia mais:
Relógios da Louis Vuitton são joias atemporais
Descubra quais são os anéis mais caros do mundo
Bia Daidone estreia primeira série de joias em ouro