Le Lis Blanc + Ecoarts Amazônia: parceria – Foto: Divulgação

O mito, a mata, o rio, o mais rico ecossistema, a maior biodiversidade. Milhares de espécies e incontáveis sementes. A Amazônia é fonte de vida – e o tema da nova collab da Le Lis Blanc, uma parceria inédita com a Ecoarts Amazônia. Desta união, um propósito: contar histórias da floresta nativa por meio de roupas, acessórios e peças de decoração que unem design e natureza, sensibilidade e beleza, com impacto cultural, social e ambiental.

Na cartela de cores, a crueza da palha, o ar rústico do jenipapo e a ousadia do urucum. Como detalhe, a castanha do Brasil, o açaí e outras sementes – amuletos de sorte e proteção usados como base para acessórios e botões. Ainda entre o que só a terra nos dá, a palmeira deburiti, um símbolo de resistência e esperança eternizada por Guimarães Rosa: “Buritis altos, cabeceira de vereda”.

Le Lis Blanc + Ecoarts Amazônia: parceria – Foto: Divulgação

A narrativa completa se dá pelas estampas. Por um lado, a figura da onça-pintada e dos pássaros como a Cigana, o Pavão do Pará e o Beija-flor. Por outro, a representação das medicinas da floresta – conhecimento ancestral que faz parte de seu patrimônio imaterial -, das sementes, frutos e plantas nativas da Amazônia em ilustrações originais dos artistas Decourlitz e Emilio Goeldi. Por fim, desenhos de mapas criados ao longo dos séculos 16 e 18 que alimentaram as representações dos homens, dos rios e da floresta.

Le Lis Blanc + Ecoarts Amazônia: parceria – Foto: Divulgação

Entre as peças da coleção, vestidos, chemises, calças, blusas e saias que refletem leveza e fluidez, com shapes amplos e o toque único de fibras naturais como a seda e o linho. A tradução de uma sofisticação fácil que marca o encontro entre o atemporal e o contemporâneo.