Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Em sua coluna semanal, Drops de Beauté, Anna Paula Buchalla discute temas variados do universo da beleza, como cuidados com os cabelos, técnicas para combater a flacidez do rosto, tópicos para prestar atenção no verão e tecnologias que auxiliam a prevenção do coronavírus na academia.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Veja a curadoria de dicas abaixo:

Academia segura: Les Cinq Gym usa neutralizador de ar que combate o novo coronavírus

Um tubo acoplado com lâmpadas, que emitem radiação ultravioleta tipo C (UV-C), colocado em locais estratégicos no ambiente, com a finalidade de “sugar” o ar, é altamente eficaz para que os microrganismos em suspensão sejam eliminados. Sem qualquer dano às pessoas que se encontram no local. Trata-se do Oxira, uma tecnologia australiana, que chegou recentemente ao Brasil. Essa é a novidade que a academia Les Cinq Gym passa a utilizar no seu arsenal de segurança, por conta da pandemia.

A radiação UV-C é uma das armas utilizadas em muitos locais para neutralizar a ação de vírus. Ela penetra no núcleo dos microrganismos, atingindo o material genético deles, alterando as bases nitrogenadas, impedindo, assim, que eles se multipliquem. Ao perderem essa ação vital, os vírus são eliminados.

Lâmpadas germicidas com radiação UV-C entram em campo também no combate do novo coronavírus. O problema é que essa radiação não pode ser utilizada com pessoas no ambiente. Essa questão, no entanto, passa a ser resolvida com o Oxira, já que a destruição dos vírus ocorre no interior do tubo, sem exposição à radiação.

O produto tem laudo de eficiência contra o coronavírus, emitido pela Universidade de Campinas (Unicamp). E conta, ainda, com respaldo para ser comercializado na comunidade europeia, nos Estados Unidos e no Brasil. Aqui, tem parecer técnico da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão do Ministério da Saúde. A Les Cinq Gym é a primeira academia do País a utilizar esse produto.

Segundo Rodrigo Sangion, CEO da Les Cinq, a nova aquisição da academia é mais um passo para tornar o local o mais seguro possível. “Sempre nos cercamos das tecnologias de ponta para garantir a melhor experiência para os alunos. E isso também se aplica no quesito segurança, essencial no momento atual”, diz ele.

Além do Oxira e das lâmpadas germicidas com radiação UV-C com uso externo (acionadas quando não há pessoas no ambiente), a academia Les Cinq Gym adotou várias outras medidas para proteger alunos, professores e demais funcionários no período de pandemia, como tapete químico, reconhecimento facial termográfico e divisórias de acrílico, além da esterilização nebulizadora.

Óleo de coco nos cabelos? Melhor, não!

É a recomendação da terapeuta capilar Camila Ávila, do Salão Beleza Fidalga, de São Paulo

“O óleo de coco faz bem, sim, mas não da maneira como está sendo vendido”, diz. Segundo Camila Ávila, o óleo, por propriedade, solidifica ao atingir uma temperatura igual ou inferior a 23 graus Celsius. “Agora imagine você, que aplica o óleo de coco, entra em um ambiente com ar condicionado a 16 graus e logo em seguida faz uma trança, rabo ou coque. O óleo irá romper o fio e quebrá-lo como se fosse um palitinho de dente”, alerta.

Sua dica é misturar o óleo de coco a qualquer outro óleo, como o de amêndoas ou de argan. Aí, sim, pode-se aplicar a mistura nos cabelos e deixar agir por 30 minutos. E lave muito bem os fios. “Óleo de coco puro é perfeito para ser usado como demaquilante, hidratante corporal ou para uma esfoliação caseira e natural”, ensina Camila.

Conheça as dicas do dermatologista Victor Bechara para combater a flacidez no terço inferior da face

Victor Bechara – Foto: Divulgação

Desde que começamos a nos ver sob novos ângulos nas videochamadas, houve um crescimento na procura por procedimentos, especialmente para a região da mandíbula, queixo e pescoço. “As mulheres que têm entre 35 e 40 anos e, principalmente, as que já entraram na menopausa, sentem mais os efeitos do tempo. Isso acontece porque, naturalmente, o organismo passa a produzir menos estrogênio e colágeno, proteína responsável por dar sustentação e manter a coesão das fibras”, explica o dermatologista.

Para que se tenha uma ideia, nos primeiros cinco anos após o fim da menstruação a perda de colágeno é de cerca de 30%. Com isso, o contorno da face vai ficando flácido.

De acordo com Victor Bechara, existem diferentes técnicas capazes de atenuar o chamado efeito “buldogue”. Mas elas devem ser usadas sempre respeitando as necessidades e características de cada paciente:

Preenchimento
O uso de ácido hialurônico de maior “g prime” (rigidez) visa a reestruturação e o remodelamento ósseo que é perdido em algumas áreas, como mandíbula e queixo. Essa abordagem permite também uma sustentação facial de áreas como a linha de marionete.

Ultrassom microfocado
O Ultraformer III gera um efeito de lifting não cirúrgico através da contração de estruturas profundas de sustentação, como a fáscia muscular. O procedimento estimula a produção de colágeno, melhorando a flacidez da pele. É feito em consultório, sem cortes, e os resultados podem ser vistos a partir do primeiro mês. É aconselhado realizar uma ou duas vezes ao ano (com espaço mínimo de seis meses entre as sessões).

Bioestimuladores de colágeno
O dermatologista indica o uso de substâncias como a hidroxiapatita de cálcio (Radiesse) ou ácido poli L lático (Sculptra). Quando injetadas na pele, geram um processo de inflamação subcutânea. As aplicações podem ser feitas mensalmente. O número de sessões varia de acordo com a idade e o grau de envelhecimento de cada paciente.

Fios de tração absorvíveis
Eles também estimulam a produção de colágeno e tracionam a pele. O efeito dura um ano. Mas um alerta: é preciso dormir de barriga para cima e interromper a rotina de atividades físicas, ou seja, fazer repouso por 15 dias, recomenda o doutor Victor Bechara.

Cuidados com a Covid-19 no Verão

O pneumologista Arthur Feltrin explica o que é preciso saber e fazer para evitar a exposição ao vírus nos dias mais quentes:

Cuidar da imunidade, mesmo no verão: Nessa época as pessoas tendem a se hidratar mais, comer de forma mais leve e saudável e se expor mais ao sol o que resulta no aumento da vitamina D e, consequentemente, da imunidade. Mas mesmo em ambientes mais arejados e ventilados, é recomendável evitar aglomerações, diminuindo o risco de infecções e contaminações.

Frequentar piscinas e mares requer cuidados
A água não é um ambiente amigável para o vírus. Mas procure sempre manter o distanciamento de no mínimo dois metros entre as pessoas. Evite entrar na água quando tiver um número considerável de pessoas ou aglomerações. Não compartilhe alimentos, bebidas, equipamentos como guarda-sol e cadeiras e brinquedos e sempre que possível faça o uso da máscara e do álcool gel.

Mudanças bruscas de temperaturas podem ser perigosas
Temperaturas muito altas nas ruas deixam a umidade do ar baixa o que causa dificuldade na hora de respirar. Já o ar condicionado nos ambientes provoca uma mudança brusca de clima e esse feito faz com que o corpo tenha que se adaptar rapidamente. A alternância brusca de temperatura deixa o organismo mais vulnerável, com a imunidade mais baixa, permitindo assim que os vírus e as bactérias típicos de verão ataquem o corpo.

A pele requer atenção
A maior exposição ao sol, a produção de suor e lavar constantemente as mãos e o rosto, sem a utilização de produtos adequados, podem causar irritações, inflamações, fissuras e acne que são porta de entrada para bactérias e infecções diminuindo a imunidade e permitindo que o corpo fique suscetível a vírus. Recomendo o uso de protetor solar e de fotoproteção oral, evitar os horários de pico do sol, abusar da ingestão de água, ter uma alimentação leve e saudável e fazer trocas inteligentes de produtos de beleza como substituir o creme por sérum, loções e até mesmo águas termais.

HITS

Fotos: Divulgação

Sem machucar
Peelings renovadores com blend de retinol puro e vitamina C são a novidade da Mezzo Dermocosméticos. De uso profissional, o Mezzotherapy Photo Age (R$ 232) trata e previne o fotoenvelhecimento.

Luxo poderoso
O Sérum La Prairie Skin Caviar Liquid Lift (preço sob consulta) acaba de chegar ao Brasil: nesta edição, o poderoso caviar tem ação potencializada para uma pele mais firme e hidratada. A embalagem traz ainda as pérolas de caviar. :: fragranceperfumaria.com.br

Proteção inovadora
Da Loa Cosméticos, a primeira linha com proteção exclusiva contra os efeitos nocivos da luz azul chega ao mercado. Presente em smartphones, tablets, tevês e na iluminação artificial, ela pode causar o envelhecimento precoce da pele. O Sérum Hidratante Facial Diurno (R$ 126) tem peptídeo reparador e vitaminas.

Fragância em óleo
Inspirada nas luzes da noite Natal, a L’Occitane en Provence cria Terre de Lumière Sparkling Edition (R$ 369): o novo perfume tem notas radiantes, fórmula inovadora bifásica e essa embalagem linda!

Prende e vai!
Quem não ama uma piranha de metal? Disponível nas cores dourado, ônix e rose gold, a da Lanossi (R$ 18 ) é perfeita para compor penteados e seus dentes seguram o cabelo com firmeza.