Cascais - Foto: Divulgação
Cascais – Foto: Divulgação

Foi o rei don Luis, por volta de 1870, que ‘descobriu’ Cascais. Mas foi a receptividade dos portugueses e o charme da aldeia de pescadores que transformou o local em um dos destinos mais atraentes do mundo.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

E foi nesse ambiente paradisíaco que a carioca Monica Rosenzweig resolveu fincar os pés ao decidir sair do Brasil. Em busca da leveza e da segurança que Ipanema não mais oferecia, ela resolveu criar raízes nessa cidade que, em suas próprias palavras, parece um conto de fadas.

Veja o guia que a designer de joais montou com exclusividade para a Bazaar:

Onde se hospedar
Hotel Reserva da Villa

Hotel Villa - Foto: Divulgação
Hotel Villa – Foto: Divulgação

Com uma linguagem totalmente intimista, esse hotel tem tudo para todos se apaixonarem. Além de uma localização singular, bem na “esquina” da Baía de Cascais, tem um restaurante com uma comida incrível e uma varanda maravilhosa. De lá, é possível ver o simpático presidente de Portugal Marcelo Rebele de Souza fugindo dos seguranças para se banhar nas águas da baía e a tirar self com quem pede.

Hotel Albatroz Cascais

Hotel Albatroz - Foto: Divulgação
Hotel Albatroz – Foto: Divulgação

Com a vista mais encantadora da cidade, este hotel está literalmente debruçado no mar da Baía de Cascais. O local não poderia ser melhor. Dá para ir andando para quase tudo, inclusive perto da estação de trem, o que é ótimo meio de locomoção: rápido e seguro. Tomar o café da manhã neste hotel é uma das grandes maravilhas: farto, elegante e ainda em frente a uma vista espetacular. O staff muito atencioso, piscina linda e tem estacionamento com manobrista.

Hotel Cascais Miragem Health & Spa

Hotel Miragem - Foto: Divulgação
Hotel Miragem – Foto: Divulgação

De lá se vê uma das vistas mais privilegiadas de Cascais, tanto da piscina quanto dos quartos. O hotel tem muito requinte e os quartos são bem amplos, café da manhã tão farto que vale por um brunch. E claro, um SPA maravilhoso, afinal, ninguém é ferro. Muito bem localizado, no coração de Cascais.

Hotel Palácio

Hotel Palácio - Foto: Divulgação
Hotel Palácio – Foto: Divulgação

Um dos hotéis mais elegantes de Cascais, por onde circulavam as pessoas mais sofisticadas da área, inclusive reis e artistas de cinema. Ele consegue manter seu charme até hoje, com uma beleza e eficiência inquestionáveis.

Pestana Cidadela Cascais

Hotel Pestana - Foto: Divulgação
Hotel Pestana – Foto: Divulgação

Totalmente integrado à Fortaleza de Cascais, o hotel também tem o seu art district, rodeado por galerias de arte e um museu. Tem dois restaurantes. Possui uma piscina interna e outra externa. Tudo muito bem cuidado, silencioso, com quartos amplos. De lá dá para ir direto ao Centro Histórico de Cascais, fazer aquele passeio sem rumo, em poucos minutos.

Onde comer
Casa Velha

Restaurante Casa Velha - Foto: Divulgação
Restaurante Casa Velha – Foto: Divulgação

Bem no centrinho de Cascais, com uma decoração marítima muito aconchegante, esse restaurante tem peixes e frutos do mar fresquinhos, para escolher na hora o que mais apetece. E, claro, bacalhau do melhor. O local tem excelente serviço, garçons simpáticos e atenciosos; e está aberto o dia todo – muitos restaurantes fecham suas cozinhas às 15h, para reabrir somente às 19h.

Entráguas

Restaurante Entráguas - Foto: Divulgação
Restaurante Entráguas – Foto: Divulgação

Afastado do centro de Cascais, esse restaurante tem uma comida divina, como a cataplana de frutos do mar, o linguado com banana e um incrível peixe assado – esse último, ao invés de ser coberto com sal grosso, é envolto em massa de pão para comer com o molho do peixe. Vale a pena o pecado.

Escotilha

Bar Escotilha - Foto: Divulgação
Bar Escotilha – Foto: Divulgação

Lá tem um pão de alho para comer com o caldinho que sobra no prato das almejoas e um polvo a lagareiro que são inesquecíveis.

Azimut

Bar Azimut - Foto: Divulgação
Bar Azimut – Foto: Divulgação

Além da simpatia do dono do restaurante, as espetadas de frutos do mar são imperdíveis, assim como o peixe assado na brasa com batata frita. E para os fitness, salada ou legumes para acompanhar o delicioso peixe.

Restaurante/Bar Taberna Clandestina

Bar Taberna Clandestina - Foto: Divulgação
Bar Taberna Clandestina – Foto: Divulgação

Um charme de lugar, bem pequenininho e superconcorrido. Lá, é possível beber na rua enquanto espera sua mesa, ou só beber um vinho português do lado de fora. O que é muito charmoso. A comida é italiana: são tábuas de queijos ou embutidos e presunto. E ainda tem a cebolinha caramelizada, entre outras delícias.

O que fazer

Praia de Tamariz - Foto: Divulgação
Praia de Tamariz – Foto: Divulgação

Para os que curtem sol, vá ao Tamariz. Lá, tem uma piscina de água salgada maravilhosa. Você pode, inclusive, alugar um gazebo e passar o dia aproveitando o conforto. Além disso, o local tem um salão de beleza muito bom. E, claro, tem a praia do Tamariz, onde é possível alugar cadeiras e guarda-sol. E ainda tem serviço na praia, onde servem saladas, sanduíches e uma comida japonesa realmente boa, além de várias bebidas, desde uma imperial (o chope como é chamado por aqui) ou um champanhe gelado. O fato é que ter serviço na praia é um luxo.

Caminhar pela parede. Calma, ninguém é Homem-Aranha, mas é como se chama o calçadão por aqui. Por lá, é possível simplesmente caminhar para curtir o visual lindo da praia ou simplesmente sentar em um restaurante informal e degustar o que há de melhor da comida portuguesa.

Fazer compras nas lojinhas das ruas do centro de Cascais é uma experiência à parte. E o melhor: pode-se encontrar de tudo, desde souvenirs de artesãos locais até lojas de marcas.

Centro Histórico de Cascais - Foto: Divulgação
Centro Histórico de Cascais – Foto: Divulgação

Se perder pelo Centro Histórico de Cascais. É um passeio indescritível. São ruelas, buganvilles na porta das casas, construções antigas misturadas às casas novas. Tudo lindo e uma viagem no tempo.

Visitar o Palácio Castro Guimarães. Além do lugar ser um conto de fadas muito bem preservado, é possível entrar e conhecer os cômodos. E quando a maré está baixa, forma-se uma praia quase privada. É lindo! Também pode se ver o Farol, o que só aumenta a beleza do lugar. E bem em frente, pertinho, tem a Marina, onde indico assistir ao pôr-do-sol saboreando um bom vinho português. As cores do céu parecem uma pintura.

Parque Marechal Carmona - Foto: Divulgação
Parque Marechal Carmona – Foto: Divulgação

Passear pelo parque Marechal Carmona. A junção dos Jardins do Palácio Guimarães com os Jardins da propriedade do Conde da Gandarinha é de uma beleza sem fim. Tem lagos, pavões soltos, biblioteca infantil e o museu do mar. E, aos sábados, o local recebe o mercado biológico de Cascais, com produtos naturais, frutas e legumes orgânicos, entre outras maravilhas.

Monica em Cascais - Foto: Arquivo Pessoal
Monica em Cascais – Foto: Arquivo Pessoal

E como estamos falando de praia, claro que vale fazer stand up paddle e contemplar toda a beleza de Cascais. Procure a Surfnpaddle/Surf & Paddleboard School Portugal, que fica na praia da Duquesa. Lá também é possível fazer ioga na prancha de stand up, em pleno mar de Cascais. Não é incrível?

Leia mais:
A maior suíte da América Latina fica em São Paulo
Lisboa: conheça o pequeno hotel Casa Fortunato
Roteiro em Portugal para amantes das artes