Era - Foto: Divulgação
Era – Foto: Divulgação

Criada há 11 anos pelo estilista Dudu Ramalho e com uma passagem pelas passarelas do SPFW, em 2017, a Era é o que podemos chamar de “marca com propósito de amor”. “Escuto muito o meu coração e foco em boas energias para criar. Sigo o caminho oposto da ansiedade, porque a roupa demora para ficar pronta”, explica ele, que, a partir da curiosidade ao longo da sua vida dentro das linhas de produção, acompanhou diversas etapas importantes para a construção das coleções, principalmente a modelagem.

“Prezo muito por isso e, sempre que vou à fábrica, fico colado na modelista, porque é a alma e estrutura de tudo.” Por esse fascínio pelo shape certo, a identidade da etiqueta é valorizar a silhueta e mostrar o corpo de uma forma moderna e elegante. Lançadas uma vez por ano e em pequenas quantidades, suas coleções também trazem outras peculiaridades.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Era - Foto: Divulgação
Era – Foto: Divulgação

O estilista investe em detalhes, como viés interno, costura embutida, brinca com as cores das linhas e com a espessura – às vezes, mistura três fios na mesma agulha. Para a próxima coleção, ele criou cerca de 10 modelos de calça jeans, moletom, camisas, malhas e tricôs. “Me inspirei nas pessoas de atitude, que prezam por estar bem vestidas, confortáveis e prontas para tudo – do trabalho à festa ou jantar com os amigos. Tudo com o mesmo look. Gosto de trazer o conceito do esporte. Sem falar nas cores primárias, porque são elas o início de tudo.”

Há uma forte presença do trabalho manual e preocupação com a sustentabilidade, combinação que garante diferença no resultado do produto. Toda a produção é nacional. A malha é produzida em Niterói (RJ); o tricô, no Sul do País; e o jeans, carro-chefe, no Rio de Janeiro. “Não utilizo processos químicos, porque o denim é uma matéria-prima que já polui a água. Por isso, mantenho ele sem lavagens.”

Era - Foto: Divulgação
Era – Foto: Divulgação

Por outro lado, Dudu substituiu os processos de clareamento e estonagem pela arte do irmão Bernardo, seu parceiro na Era. Bordados e pinturas são feitos exclusivamente para as duas peças disponíveis por tamanho. “Recentemente, transformei uma das suas telas em jaqueta!”, conta. “Nós sempre brincamos juntos. Toda vez que criava, as peças pediam algumas interferências artísticas dele.”

Mas a relação não se limita apenas à estética do produto. Para a sua próxima coleção, Dudu fez um fashion film no final do ano passado, em São Paulo, para apresentar o conceito. “Foi gravado em película e, por ser analógico, mandamos revelar nos Estados Unidos”, diz.

Era - Foto: Divulgação
Era – Foto: Divulgação

Quem ficou responsável pela trilha sonora? Bernardo. “Não tem nada muito certo sobre como as participações vão acontecer. É um fluxo tão natural! Ele se conectou muito bem com o que estava rolando no filme e isso é lindo.”

Leia mais:
Garimpo cool: conheça o brechó virtual de luxo Pretty New
Perfumes da Le Labo desembarcam no Brasil
Casa Casulo: empresária cria endereço focado no bem-estar