Busca Home Bazaar Brasil

Off-White: Virgil Abloh une esporte ao couture

Bazaar destrincha a coleção de verão 2019 da grife mais cool do momento

by Silvana Holzmeister
Virgil Abloh - Foto: Getty Images

Virgil Abloh – Foto: Getty Images

A agenda de Virgil Abloh é intensa. Foram mais de 30 dias entre o primeiro contato com sua assessoria de imprensa e o retorno das respostas por e-mail, em meados de janeiro, junto com vários pedidos de desculpas pela demora. Nenhum traço de estrelismo.

O estilista virou o ano envolvido com os últimos detalhes das coleções masculinas da Off-White, sua marca própria, e da Louis Vuitton (onde é diretor criativo), desfiladas, respectivamente, nos dias 16 e 17 do mês passado, em Paris, para onde ele e a família se mudaram no ano passado.

Isso tudo sem deixar de lado os preparativos para a primeira retrospectiva de seu trabalho, o projeto com a Nike, o lançamento do pre-fall 2019 e os desdobramentos da coleção feminina verão 2019, que começa em breve a desembarcar nas lojas.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Kaia Gerber na passarela da Off-White - Foto: Getty Images

Kaia Gerber na passarela da Off-White – Foto: Getty Images

Como em uma orquestra, tudo está em sintonia. É claro, há um sem número de assistentes contribuindo para o sucesso de cada empreitada. Mas Abloh tem fama de quem está sempre em movimento, com o cérebro em permanente ação. E também de manter suas portas abertas para as equipes, em um diálogo constante.

Essas virtudes, aliadas a percepções estéticas afiadas e à capacidade de quebrar regras para propor algo novo, ajudam a entender seu sucesso meteórico. Ele é, hoje, um dos nomes mais empolgantes do fashion mundial, e a Off-White, uma das marcas mais influentes.

Sua sacada mais recente foi dar um passo à frente no movimento athleisure no último desfile feminino da Off-White. “O verão 2019 cria uma nova estética juntando duas coisas que não estão relacionadas, moda e esportes reais”, conta ele, contrastando o que fez com a pegada mais soft da união de roupas confortáveis feitas de materiais de origem esportiva com outras mais formais.

Vestido-camisa verde neon funciona como highlight - Foto: Getty Images

Vestido-camisa verde neon funciona como highlight – Foto: Getty Images

Há garra e delicadeza na concepção. O que Abloh propôs foi agregar, de maneira criativa, elementos que estão direcionados diretamente com a prática esportiva profissional. “Track and Field (pista e campo) é onde você compete”, diz ele, explicando o nome da coleção, o cenário que remete a uma pista de corrida e a presença de várias esportistas profissionais ao lado de estrelas da passarela, como Kendall Jenner, Kaia Gerber e Bella Hadid.

No que diz respeito à roupa, a proximidade com a Nike ajuda a entender os highlights da coleção. O famoso vestido de tutu desenhado por ele, que Serena Williams usou no retorno ao US Open – parte da coleção Nike Queen –, faz ponte direta com as volumosas saias, usadas com bodies, e t-shirts de performance.

Como os vestidos azul assimétrico e preto de tule com corpete tipo espartilho – mezzo tomara-que-caia, mezzo top esportivo. “As texturas e silhuetas abraçaram o conceito de unir moda e esportes, e tornaram a coleção mais couture”, evidencia. Ele conta que simplesmente adorou trabalhar nessas peças. “Personifiquei a feminilidade se chocando contra o vestuário atlético. Foi legal ver o resultado dessa união.”

Vestidos couture com influências de esportes - Foto: Getty Images

Vestidos couture com influências de esportes – Foto: Getty Images

O verde neon na enxuta cartela de cores ajuda a ascender a influência dos esportes reais. Outro ponto alto da coleção são as blusas e calças feitas com patchworks de meias com o logotipo da Nike, como no look de Kaia Gerber. “Não foi um desafio. Tive uma visão e fiz exatamente o que eu pretendia”, conta ele.

Apesar do resultado bastante interessante, foi comum nas resenhas de editores de moda, no pós-desfile, a menção da proximidade da proposta com uma das icônicas criações do início da carreira de Martin Margiela – o que não tira o brilho e a importância do trabalho.

A junção do prêt-à-porter com o esporte de performance é o que faz dessa coleção item aguardado na retrospectiva de seu trabalho que o The Museum of Contemporary Art Chicago está preparando. “Virgil Abloh: Figures of Speech abre” em 10 de junho, com cenografia imersiva do arquiteto Rem Koolhaas, para ressaltar a interlocução entre moda, música e arquitetura (ele é formado em Engenharia e tem mestrado em Arquitetura).

Longo neon foi ponto alto do desfile de verão 2019 - Foto: Getty Images

Longo neon foi ponto alto do desfile de verão 2019 – Foto: Getty Images

“Tem sido uma experiência maravilhosa. É uma oportunidade incrível para reunir todos os projetos em um único local, porque reforça a premissa da minha prática, que é unir o passado e um novo projeto. Cada peça é uma parte do meu DNA”, avalia. Definitivamente, Virgil Abloh está quebrando barreiras.

Leia mais:
Oversized vem com tudo no inverno 2019 da Off-White
10 modelos que marcaram o ano de 2018
Cinco formas discretas de aderir à logomania