estilo de Precious Lee
Foto: Reprodução/Instagram/@preciousleexoxo

Precious Lee é o nome dela – uma das principais modelos do cenário da moda atual. O que a faz tão única e diferente de tantos outros talentos dentro da indústria a ponto de se destacar? A resposta é: justamente aquilo que durante décadas foi descartado para longe das passarelas. Negra e gorda, Precious não é exatamente o que as grifes historicamente procuraram para estrelar suas campanhas, mas mesmo assim conseguiu quebrar barreiras e estereótipos ao desfilar para a Versace.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

A modelo conquistou espaço em um universo tão conhecido por seus preconceitos e levou diversidade a uma das mais tradicionais marcas da história da moda, desfilando ao lado de nomes como Kendall Jenner, Mona Tougaard e Hailey Bieber. De acordo com a diretora criativa da label, Donatella Versace, a ideia de trazer Lee para o desfile de verão 2021 foi para mostrar uma medusa moderna, que tem diferentes rostos e corpos.

“Todos nós, com nossas diferenças e personagens únicos, podemos nos expressar na forma como decidimos nos vestir. A mesma coisa vale para mim, é claro. Vivemos em um mundo em que as diferenças de gênero não são mais importantes e nos foi dada uma espécie de liberdade como nunca antes. Vamos usar e usar bem!”, comunicou a Donatella à imprensa.

O estilo de Precious Lee 

estilo de Precious Lee
Foto: Reprodução/Instagram/@preciousleexoxo

Mas, antes mesmo disso, Lee já estava deixando seu nome registrado na história. Com quase uma década de experiência em desfiles e editoriais, a modelo estrelou campanhas de marcas que ofereciam peças com opções de números maiores e de uma moda mais democrática com base na hashtag #PlusIsEqual.

Depois disso, sua carreira continuou expandindo mais e mais. Foram desfiles para outros grandes nomes como Tommy Hilfiger e Etam, campanhas para Good American, de Khloé Kardashian, Skims, de Kim Kardashian, e para a Savage x Fenty, marca de lingerie de Rihanna. A modelo estampa a capa da Harper’s Bazaar de maio e, para a entrevista, falou sobre a necessidade de celebrarmos e darmos visibilidade a corpos gordos.

Além das peças que usa pelas grifes, qual é a estética adotada por Precious para montar suas próprias composições? Filha de um cabeleireiro e de uma professora com um censo de estilo notável, sua mãe é uma de suas principais inspirações na hora de se vestir e se maquiar.

estilo de Precious Lee
Foto: Reprodução/Instagram/@preciousleexoxo

Um de seus sonhos, por exemplo, era ser advogada. No entanto, o desejo tinha pouco a ver com a profissão, mas, sim, com o vestuário fino de trabalho diário que é requerido pelos profissionais da área. Tailleur, saia lápis, meia-calça e maquiagem. Era na verdade com isso que Precious sonhava: um guarda-roupa luxuoso, com muita variedade e uma infinidade de peças de grifes, como o de uma modelo.

estilo de Precious Lee
Foto: Reprodução/Instagram/@preciousleexoxo

Seus visuais, em geral, são bastante excêntricos e sensuais. Combinando casacos de pele e plumas com corpetes, corseletes e lingeries, sua silhueta está quase sempre bem delineada para mostrar suas curvas acentuadas com muita graciosidade. As roupas parecem abraçar seu corpo como se tivessem sido feitas exclusivamente a ela.

estilo de Precious Lee
Foto: Reprodução/Instagram/@preciousleexoxo

Mas ainda que o luxo seja uma característica forte em suas vestimentas, também há espaço para peças mais despojadas e esportivas. São elas cropped tops, tênis, meias 3/4, óculos de sol, calça jogger de moletom e modelagens em tecido canelado. Tudo sempre combinando e alinhado entre os tons certos para servir a elegância que é tão prezada por ela mesmo em um visual mais despojado.

Seus acessórios também são bastante elaborados e chamativos, com correntes e pulseiras bem largas para marcar presença.

estilo de Precious Lee
Foto: Reprodução/Instagram/@preciousleexoxo

Apesar do aparente cuidado extremo com cada detalhe de suas composições, há uma certa onda de liberdade que é emanada por cada uma delas. Ainda que suas apostas girem muito em torno de peças clássicas e nem sempre muito modernas, as escolhas são sempre ousadas e criativas, como se desafiassem a própria moda a partir de elementos extremamente conhecidos, típicos e fortes dentro desse universo.