Amor ganha fôlego como tendência em 2019

Escrito ou em imagem simbólica, veja dicas usar e colocar o amor em prática, sem restrições

by Silvana Holzmeister
Anéis da Gucci - Foto: Divulgação

Anéis da Gucci – Foto: Divulgação

Que a moda é tradução do tempo presente, escancarado ou em sutilezas, ninguém tem dúvidas. Em um ano de debates acalorados, trocas de mensagens de ódio e agressões físicas gratuitas não somente no Brasil, a tendência que enaltece o amor ganha fôlego e está no topo da wish list para 2019.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O Artlab da Gucci na Itália - Foto: Divulgação

O Artlab da Gucci na Itália – Foto: Divulgação

E não são poucas as marcas que continuam espalhando corações e palavras que simbolizam afeto nas coleções. A Gucci, que, sob o comando de Alessandro Michele, adotou o slogan Maison de L’Amour e não passa uma coleção sem exaltar o bem-querer, estampou a frase em velas e almofadas e até nos jalecos das funcionárias da ArtLab, a fábrica alto-astral inaugurada este ano nos arredores de Florença. Na coleção Cruise 2019, anéis com as letras L.O.V.E dão contornos adocicados à ideia do soco inglês.

Bolsa da Dolce & Gabbana - Foto: Divulgação

Bolsa da Dolce & Gabbana – Foto: Divulgação

A mesma atmosfera apaixonada dos italianos continua aparecendo também na Dolce & Gabbana. Seguindo a estética e as crenças defendidas nos 30 anos da marca, o coração ganha contorno sagrado, simbolizando fé e confiança, e é o fecho da bolsa Devotion. Modelado por artesãos da Toscana, por meio de uma microfusão de latão e cobre – a mesma técnica usada em joalheria –, recebe um banho de ouro para conferir aspecto envelhecido para, então, ser polido manualmente.

Looks da Dolce & Gabbana - Foto: Divulgação

Looks da Dolce & Gabbana – Foto: Divulgação

Para o verão 2019, este mesmo fecho arremata a cartela metalizada do acessório, com o couro matelassado reverberando o coração.

Jaqueta e bolsa da coleção Dioramour, da Christian Dior - Foto: Divulgação

Jaqueta e bolsa da coleção Dioramour, da Christian Dior – Foto: Divulgação

Já Maria Grazia Chiuri voltou um pouco mais no tempo para pinçar os corações do amuleto que Christian Dior carregava sempre no bolso e que incluía, também, trevo de quatro folhas, um pedaço de madeira, uma moeda de ouro e uma estrela para atrair boas energias.

Jaqueta da coleção Dioramour, da Christian Dior - Foto: Divulgação

Jaqueta da coleção Dioramour, da Christian Dior – Foto: Divulgação

Foi assim que nasceu a extensa linha Dioramour, que faz parte da coleção do atual Inverno europeu. Detalhe: além de supersticioso, o fundador da maison acreditava que era preciso cultivar o amor para trabalhar nesse métier. “Você tem de colocar todo o seu coração nele”, costumava repetir. Faça como Dior e transforme o amor no seu tema favorito. Bazaar assina embaixo.

Mais amor, por favor
As comemorações pelos 50 anos do Verão do Amor, fenômeno social com manifestações em várias partes do mundo em meados de 1967 durante o verão do hemisfério norte, impulsionaram a tendência, no ano passado, tendo o movimento hippie como farol.

De lá para cá, a tendência passou a flertar também com a década de 1980 e início de 1990. É o caso de Christian Louboutin, que reinterpreta a coleção Love, de 1992, inspirada na princesa Diana. E ele não está sozinho. O amor está no ar, ou melhor, em acessórios que são puro desejo.

(1) Brincos Ara Vartanian, R$ 16.800, (2) carteira Schutz, R$ 290, (3) bolsa da coleção Dioramour Christian Dior, (4) pulseira Sauer, R$ 8.370, (5) brincos Van Cleef & Arpels, R$ 41.100; (6) óculos Amaro, R$ 129,90, e (7) botas Christian Louboutin, R$ 5.390 - Fotos: Divulgação

(1) Brincos Ara Vartanian, R$ 16.800, (2) carteira Schutz, R$ 290, (3) bolsa da coleção Dioramour Christian Dior, (4) pulseira Sauer, R$ 8.370, (5) brincos Van Cleef & Arpels, R$ 41.100; (6) óculos Amaro, R$ 129,90, e (7) botas Christian Louboutin, R$ 5.390 – Fotos: Divulgação

Leia mais:
Astrologia: saiba como será o ano de 2019 para cada signo
Como Jane Birkin deu nome à bolsa mais famosa do mundo
Cinco dicas para comprar bem em brechós