Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Alessandro Michele, diretor criativo da Gucci, acredita que o passado é a chave para a compreensão do presente e do futuro. Isso fica claro no patchwork de referências a décadas e séculos que passeiam pelos acessórios, joias e roupas da label, e, coerentemente, no material de divulgação das coleções. No livro do pre-fall 2019, foram escolhidas como locação duas antigas localidades romanas, Ercolano (Herculaneum) and Pompei (Pompeii), ambas são Patrimônio Mundial da Unesco.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foram nelas que o artista e cineasta norte-americano Harmony Korine clicou os looks e dirigiu o filme da temporada. O livro foi impresso em edição limitada a mil exemplares, com capa e contracapa ilustrada por Korine, enquanto cinco lombadas, quando exibidas lado a lado formam uma imagem. Com esse projeto, a marca italiana fundada em 1921 reafirma seu compromisso em promover o patrimônio artístico e cultural em todo o mundo.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Criativo e controverso, Korine escreveu o roteiro de “Kids” (1995) quando tinha apenas 19 anos e sua estreia na direção foi com “Vidas sem Destino” (1997). É famoso por uma linguagem enxuta em narrativa e repleta de elementos metafóricos. “Guccy by Harmony Korine” está disponível no Gucci Garden, em Florença, e na Gucci Wooster Bookstore, em Nova York.

Leia mais:
Campanha de inverno da Gucci simula desfile em Paris
A alta joalheria da Gucci e sua simetria discordante
“Não é nada fácil ser eu”, diz Lana Del Rey