Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

John Galliano, o gênio indomável da moda, completa 60 anos neste sábado (28.11). Mestre da alta-costura, além de sua marca homônima, o couturier já passou pelas casas mais icônicas do mundo fashion: Givenchy e Christian Dior.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Hoje, ele está a frente da Margiela, uma das maisons mais apropriadas para suas criações. A história da label é feita de desfiles ousados, com o tipo de informação de moda que poucos entendem e aprendem a apreciar.

Mestre da alta-costura e da alfaiataria, a cada desfile uma surpresa. Galliano abusa das inspirações culturais que o mundo proporciona. Ele sabe misturar arte, poesia e tradição, e torná-los em peças de roupa.

Além de seu trabalho, ele mesmo é uma figura interessante. Seu estilo meio barroco, meio rococó e sempre dramático, também o fez um ícone entre os profissionais do ramo. Amigo íntimo de Kate Moss, Naomi Campbell, Amber Valletta, entre outras top models, Galliano tinha à disposição as melhores modelos do mundo para enriquecer seus shows.

Criativo e ousado, o couturier fez história durante 15 anos na casa Dior. Com modelagens e costuras impecáveis, Galliano foi rei. Em 2011, quando um vídeo onde ele declarava frases antissemitas foi divulgado, sua carreira enfrentou problemas. Foi liberado da Christian Dior, e perdeu momentaneamente seu posto de um dos melhores criadores que a moda já conheceu. Graças a seu trabalho extraordinário, o francês se reergueu, e em 2015 ao se tronou diretor criativo da Margiela.

Veja a seguir alguns looks que possuem a assinatura do couturier, e entenda o que John Galliano representa para a moda: