Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

A moda pode ser aliada para quando a tarefa é elevar a autoestima. Uma pessoa com boa autoestima é aquela que se valoriza. Está satisfeita com a sua maneira de ser, sua forma de pensar e também com a sua aparência física, transmitindo confiança em suas ações e opiniões.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Com a pluralidade de tendências que hoje coexistem, influenciadas inclusive pelo movimento das ruas e pelas propostas das passarelas, ficou muito mais fácil de usar a moda como uma aliada.

A moda vive um momento bastante democrático, com opções variadas de estilos e de modelagens de roupas, o que favorece os mais diferentes biótipos.

A ditadura do corpo ideal não é mais tão presente, pelo menos no que toca aos formatos de peças, mesmo que nas passarelas ainda seja privilegiado o corpo longilíneo.

Como exemplo, podemos ver que hoje existem tanto calças que favorecem pessoas de menor estatura (como o modelo reto) quanto pessoas mais corpulentas (como o modelo flare), pelo que o ideal é escolhermos as peças que mais favoreçam o nosso tipo físico e estejam de acordo com a nossa personalidade.

Saber escolher bem é um passo importante para ter estilo. E ter um estilo definido aumenta a nossa autoconfiança e autoestima. Nos sentirmos bem com as roupas que escolhemos contribui muito nesse processo.

As roupas que compramos devem acrescentar algo à nossa imagem, ajudando a nos expressarmos de forma mais eficaz, mesmo que sejam peças básicas. Para tanto, existe um universo variado de formas, cores, estampas e materiais sempre disponível nas lojas.

As últimas semanas internacionais de moda trouxeram tendências que podem agradar desde as pessoas mais românticas até as mais excêntricas, criando um vasto campo de possibilidades para fazer com que optemos apenas por aquelas peças que irão fazer com que nos sintamos melhor e mais autoconfiantes com a nossa imagem.

Leia mais:
Dia Internacional da Mulher: as características de cada signo
Moda e comportamento: entenda as influências da entrada de Júpiter no signo de sagitário