Drops de Beauté: veja o resumo de beleza da semana
Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Assim como diversos tratamento estéticos, existem muitas dúvidas – e informações falsas – sobre como a drenagem linfática funciona e quais são seus resultados. Na coluna Drops de Beauté desta semana, desmistificamos algumas mentiras sobre a linfoterapia, além de discutir o skinimalism e os problemas causados pelo estresse e alto consumo de açúcar.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Veja os destaques da semana abaixo:

WHAT’S NEWS

Sete bobagens sobre drenagem linfática que você certamente já ouviu

Especialista em Linfoterapia, o fisioterapeuta Daniel Zucchi desmistifica algumas inverdades sobre a técnica

A drenagem linfática, também conhecida como linfoterapia, é uma técnica envolta por uma série de dúvidas. Há inúmeros mitos que rondam a modalidade terapêutica. Algumas mulheres fazem para emagrecer, outras rejeitam por medo de que alguma doença pré-existente se espalhe, têm aquelas que receiam pela dor.

O especialista em linfoterapia, mestre em bioengenharia e fisioterapeuta Daniel Zucchi desmascara sete mentiras a respeito da drenagem linfática:

Drenagem dissolve a gordura
A eliminação de gordura passa por um processo bioquímico e depende da ativação de uma molécula que ativa a enzima lipase que, por sua vez, age na quebra da gordura. Uma massagem manual não ter o poder de ativar a lipase porque não retira o açúcar circulante do organismo.

Drenagem dói
A dor é um dos sinais de que nosso corpo está sofrendo uma inflamação e toda inflamação gera um edema. A drenagem tem como objetivo tirar esse edema (inchaço).

Drenagem causa metástase
O sistema linfático é a região onde as células cancerígenas podem se espalhar pelo corpo. Mas não se pode culpar a drenagem. Toda contração muscular faz o sistema linfático trabalhar. A toda contração muscular é realizada uma drenagem. Há artigos científicos que demonstram que essa teoria não faz sentido.

Drenagem tem idade certa
Os problemas de sistema linfático podem ocorrer em qualquer idade, inclusive com crianças que tem um mal congênito. Para isso é necessário fazer a drenagem logo no início. Já atendi crianças de 9 meses até 6 anos.

Drenagem emagrece
A drenagem linfática é capaz de reduzir medidas, uma vez que pode desinchar o corpo pelo excesso de líquidos. No entanto, o procedimento não emagrece visto que o que se perde é líquido e não gordura.

Exercício físico não auxilia e nem ajuda na drenagem
Todo e qualquer movimento corpóreo já promove uma drenagem de líquidos. No entanto, a prática de atividades físicas atrelada à técnica de drenagem linfática pode trazer inúmeros benefícios já que melhora a circulação sanguínea e faz com que o ácido lático, produzido durante os exercícios (alto impacto) também seja drenado, o que atenua as dores e relaxa o corpo.

Drenagem Linfática não pode ser feita diariamente
Se a paciente apresentar muita retenção de líquidos, a drenagem linfática pode ser indicada diariamente ou, no mínimo, três vezes por semana para obter resultados satisfatórios.

Três passos para aderir ao skinimalism em sua rotina de beleza

Na pesquisa que mapeia as tendências para este ano feita pelo Pinterest, a rotina de beleza minimalista foi um dos destaques apontados. O skinimalism traz um visual natural, o skincare simples e a sustentabilidade como os principais pilares que guiam esse movimento. Uma pele saudável e limpa, sem carregar na maquiagem é o ponto de partida da tendência.

O dermatologista Amilton Macedo, que atende Ana Hickmann, Izabel Goulart e Julia Konrad, entre outras, dá a dica para aderir à tendência. “Para começar a inserir esse movimento em seu dia a dia, a primeira coisa a se fazer é simplificar a sua rotina de pele e usar produtos que são necessários para as suas características, sem seguir o que está na moda ou um ritual padronizado com muitos passos”, diz.

Ele ainda recomenda trazer para o seu skincare produtos funcionais, que além de ter a função dois em um, são produtos mais sustentáveis por diminuir os resíduos gerados pelo processo de produção dos cosméticos e pelas embalagens no meio ambiente. Aposte nos seguintes passos:

1. Limpeza facial
Comece sua rotina de skincare higienizando seu rosto. Use um sabonete líquido que ajuda a limpar sem agredir a pele. Se você tem a pele mais oleosa, procure um sabonete que ajude nessa questão.

2. Trate a pele
Depois de lavar seu rosto, aplique um sérum hidratante fortalecedor, de preferência enriquecido com ácido hialurônico, para deixar sua pele viçosa, preenchida e protegida dos agentes externos.

3. Hidrate e proteja
Aqui vale apostar nos produtos 2 em 1, que combinam o poder do hidratante com proteção solar, que deve ter o FPS acima de 30. Dê preferência também aos produtos com vitamina C em sua formulação.

Conhece os principais vilões do envelhecimento da pele?

Açúcar e estresse lideram a lista por seus efeitos inflamatórios

Segundo Joyce Rodrigues, farmacêutica bioquímica especialista em cosmetologia e presidente da Mezzo Dermocosméticos, diversos fatores estão associados à inflamação da pele, desde fatores internos como a má alimentação, ingestão rica de açúcar e carboidratos, álcool entre outros, e a questão dos fatores externos também como a poluição. Mas estresse e açúcar são os principais vilões.

Nos Estados Unidos, os níveis de estresse relatados pela geração Z e pela geração Y foram 40% mais altos do que aqueles percebidos como “saudáveis”. “Hoje, vemos as mudanças nos níveis de inflamação do corpo como uma das consequências da COVID-19 que nos deixou em um nível de alerta e insegurança por um longo período. Nosso corpo está convivendo com altos níveis de cortisol a longo prazo, o que tem como uma das consequências a elevação nos níveis de inflamação correspondentes aos radicais livres gerados devido ao interno desequilíbrio oxidativo”, explica Joyce.

Assim como o estresse crônico, que resulta em níveis de cortisol permanentemente altos e prejudiciais, certos alimentos inflamatórios, como o excesso de açúcar, também promovem impacto negativo na saúde e na aparência da pele e resultam em sinais prematuros de envelhecimento: as células não podem reconstruir a elastina e o colágeno, gerando por consequência a aparência de rugas e perda de elasticidade, enquanto o comprometimento da renovação das células, leva a um tom de pele opaco e aparência cansada. “Podemos perceber um aumento na incidência de rugas, vermelhidão, coceira, secura, acne e manchas”, diz.

Para a fisioterapeuta Cintia Cristina Santi Martignago, analista de Pesquisa Desenvolvimento e Inovação da IBRAMED, quando se fala de pele inflamada é preciso ter a atenção redobrada para possibilidade de hiperpigmentação pós-inflamatória. “Por isso, é bom ter cuidado redobrado com procedimentos estéticos”, explica. “Podemos fazer uso de lasers e LEDs, que auxiliam na modulação de quadros inflamatórios e estimulam a produção de colágeno”. Outra modalidade terapêutica que também pode ser indicada anti-inflamação é a luz intensa pulsada, como o Lyra.

HITS

Drops de Beauté: veja o resumo de beleza da semana
Fotos: Divulgação

1. Collab cool
Hinode faz parceria com o grafiteiro grego para as embalagens das novas fragrâncias H/pe Street Art for Her e for Him (R$ 99). A primeira é um floral frutal com notas de flor de cassis, magnólia e âmbar. Já a opção masculina é um amadeirado marinho, com notas de sálvia e musk.

2. Dois em Um
Os duos cremosos da Care Natural Beauty (R$ 125) reúnem dois best sellers: blush Radiant Pink com iluminador Champagne; blush Radiant Pink com blush Sparkling Peach e blush Terracota com iluminador Rose. Pele iluminada e radiante.

3. Edição limitada
O novo Relic Glam (R$ 89), da Água de Cheiro, tem notas florais de rosa, jasmim, lírio do Vale e flor de Laranjeira, combinadas com a doçura da maçã e da tangerina.

4. Exotismo define
A Vivara acaba de lançar Pour La Nuit (R$ 250), que completa a trilogia de perfumes da marca. Tem notas de madeiras nobres e flores como Jasmin, Lírio do Vale e Ylang Ylang.

5. Boost noturno
Da Be Plus Natural Care, o Beauty Sleep (R$ 140) é um sérum multivitamínico de alta performance que hidrata e controla a regeneração celular durante o sono. Com óleos de coco, laranja doce e rosa mosqueta, vitamina E e ácido hialurônico vegan.