Foto: Arquivo Bazaar Beauty

Outro dia compartilhei um texto falando sobre o assunto e achei que os leitores da Bazaar não podiam ficar de fora. Então como evitar esse desconforto?

A alimentação pode ajudar, e muito, a prevenir esse acúmulo de fluidos corporais, mais conhecido como edema – uma das queixas mais frequentes das pessoas que atendo.

Mas, primeiro, vamos listar quais são os fatores que mais contribuem para pernas, braços, barriga e juntas inchados:

Os primeiros e mais comuns são excesso de sódio e a escassez de água – confesso que me organizo e me esforço para tomá-la com frequência (por volta de 2 a 3 litros por dia) – um dos sintomas evidentes de que você precisa se hidratar são as dores de cabeça.

Mal funcionamento intestinal – também sofre com o baixo consumo de água e pode gerar tantos outros distúrbios e até depressão. Além disso, o baixo consumo de potássio e a alteração no metabolismo hormonal (causa frequente da dificuldade em perder peso).

Como já sabemos, a falta de exercícios físicos e o consumo de alimentos processados e químicos repletos de sódio, glutamato monossódico, corantes e aromas artificiais são determinantes.

Vamos aos alimentos que podem ajudar no aumento da secreção urinária, isto é, possuem efeito diurético, prevenindo inflamações, já que os rins são importantes órgãos de eliminação de toxinas.

Aipo

Adoro e os povos orientais antigos também o adoravam! Usavam como remédio popular para baixar a pressão arterial e o nível de estresse. Esse ingrediente de gosto pungente, poucas calorias e efeito calmante promove o bom funcionamento dos rins, libera ácido úrico das articulações e é anti-inflamatório.

Cenoura

Ótima no processo digestório, rica em betacaroteno, alto poder desintoxicante e, portanto, uma forte aliada contra o câncer. É rica em vitamina A, o que a ajuda na prevenção de doenças relacionadas à visão e deliciosa se consumida crua – assim como o aipo – com pastinhas de ervilhas, tofu, beringela e outras!

Melancia

Por ser quase inteiramente composta de água, a melancia é altamente hidratante e contribui para o bom funcionamento dos rins, do intestino e do estômago. Ela é rica em vitamina C e vitaminas do complexo B e também em cálcio, fósforo, potássio e sódio. Assim como as demais frutas, sugiro o consumo por separado e entre refeições; no caso da melancia, mais ainda. E deve ser consumida em jejum, para não se tornar indigesta.

Pepino

Primo irmão da melancia e também repleto de água, deve igualmente ser consumido preferencialmente por separado ou em sucos verdes ou saladas simples (pequeno número de ingredientes). Contém, ainda, ferro, vitaminas do complexo B e C, potássio, cálcio e fósforo.

Beterraba

Bastante contraditória por não estar entre as favoritas de muitos. Gosto dela normalmente em saladas ou suco, ou seja, crua. Ela é rica em vitamina C, ferro e fósforo, além de forte característica diurética.

Alface

Alimento repleto de água, vitaminas, minerais e fibras. Auxilia no funcionamento do intestino, além de combater o inchaço e a insônia/estresse (sugiro o suco de 1 maçã com 16 folhas de alface – mas esteja atento, pode causar gases).

Funcho

Enquanto na Itália e na França é consumido em abundância, no Brasil não ligamos muito. Ele é anti-inflamatório, possui ação antioxidante e é antimicrobiano, bactericida e vermífugo. Previne gases e cólicas e ajuda a eliminar mucos;  protege o fígado e é altamente diurético!

Noni

Rica em vitaminas do complexo B, betacaroteno e minerais além de alto poder antioxidante. Combate as bactérias, os vírus, parasitas e a depressão. É excepcional no combate a gripes, diabetes, hipertensão, reumatismo e doenças renais. Por não ser tão fácil de encontrá-la fresca no mercado e possuir um gosto não saboroso, eu a consumo em cápsulas.

Hibisco

Antimicrobiano e megadiurético, é rico em vitamina C, cálcio e magnésio. É considerado um poderoso termogênico, isto é, ajuda a queimar e eliminar calorias. Contribui para as funções intestinais e digestivas, para o controle da pressão arterial e para o equilíbrio dos níveis de colesterol. E alô, mulheres maravilhosas! Ele ajuda a combater as indesejadas celulites.

Consuma ainda: agrião, acelga, rabanete, abóbora, aspargo, figo, ameixa, água de coco, manga, maracujá, arroz, café, capim-limão, coentro, hortelã, salsinha, algas e chá verde (sempre antes da refeição, jamais após).

Fonte: livro “Você Pode Ser Mais Feliz Comendo”.

 

Karen Couto é palestrante e consultora online. É pós-graduada em Gastronomia Funcional e escritora. Seu livro “Você Pode Ser Mais Feliz Comendo” foi nominado melhor livro do ano pela revista ”Prazeres da Mesa”.  Nele, ela oferece soluções saudáveis, aborda  o tema saúde de forma integral: autoconhecimento com harmonia e bem-estar para você atingir o seu verdadeiro propósito. Instagram @karencoutooficial e @bbeeclean por um mundo mais limpo.